A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1926-1977)
Guanabara
Anhumas-nova
Pedro Américo
...
(1981-2001)
Anhumas-nova
Pedro Américo
...

Variante - 1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2015
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1926-1971)
FEPASA (1971-1977)
V. F. Campinas-Jaguariúna (1977-2014)
ANHUMAS (NOVA)
Município de Campinas, SP
Variante Guanabara-Guedes-km 9,545   SP-0294
Altitude: 616 m   Inauguração: 12.10.1926
Uso atual: estação ferroviária (2015)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1926
 
 
HISTORICO DA LINHA: A variante Guanabara-Guedes foi entregue pela Mogiana entre 1926 e 1945, e alterou primeiro o trecho do tronco original até Desembargador Furtado (1926). Mais tarde, chegou até Carlos Gomes (1929), e finalmente a Guedes (1945). Apenas a estação de Guanabara permaneceu onde estava, reformada. As outras tiveram versões novas. Em 1977, a variante, que se tornou o tronco novo da Mogiana naquele trecho, foi desativada pela já operante Fepasa. Na mesma época, parte do trecho (Anhumas-Jaguariúna) foi entregue à linha turística da ABPF, tornando-se a V. F. Campinas-Jaguariúna. Em 1984, o trecho foi reduzido até sobre o rio Jaguary, com a desativação da estação de Jaguariúna.
 
A ESTAÇÃO: Anhumas-nova foi aberta em 12/10/1926, quando da retificação do trecho, e foi construída a cerca de 200 metros da estação antiga. Como a original, tinha o nome dado por causa da proximidade com o ribeirão das Anhumas, nome de uma ave pantaneira que fazia pouso naquela área no final do inverno. Por muitas vezes recebia a sobrecarga da estação de Guanabara, e por isto operava com três linhas. Com a cessação do tráfego na linha,

ACIMA: Estação de Anhumas, em 1953, ainda num ambiente bastante bucólico (La Vie du Rail, França - cortesia Roland Baraud). ABAIXO: Estação de Anhumas já com a ABPF em abril de 2014 (Foto Roberto Garcia).
em 1977, a estação, que já estava fechada há alguns anos, ficou totalmente abandonada. Quando, em 1981, a ABPF a tomou para escritório e estação inicial, o mato sobre os trilhos era tão alto quando a estação. Reformada, é hoje o ponto de partida do trem a vapor turístico da ABPF, a Viação Férrea Campinas-Jaguariúna. A estação serve hoje como estação inicial de embarque dessa linha e como escritório da ABPF. Tem sido muito usada em filmagens de época onde se mostra o trem a vapor. (Veja também ANHUMAS-VELHA)
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Roberto Garcia; Vanderley Zago; Antonio Carlos Belviso; José Antonio Vignoli; Wilson de Santis Jr.; Ana Maria Linhares Giesbrecht; Mario Sandrini; Roland Baraud; La Vie du Rail, 1953; ABPF; Cia. Mogiana: relatórios anuais, 1900-69; Cia. Mogiana: relação oficial de estações, 1937; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Foto da estação, aparentemente tirada na época de sua abertura, em 1926. Foto cedida por José Antonio Vignoli

A estação nos anos 1940. Acervo Vanderley Zago

A estação de Anhumas, anos 1970, antes da ABPF. Acervo Antonio Carlos Belviso

A fachada da estação em 1997. Foto Ralph M. Giesbrecht

A plataforma da estação em 2000. Foto Sérgio Barral

Estação de Anhumas em 09/2001. Foto Wilson de Santis Jr.

A fachada da estação no começo da noite do sesquicentenário da estrada de ferro no Brasil, 30/04/2004. Foto Ana Maria Linhares Giesbrecht

O portal de entrada da estação em 26/6/2010. Foto Mario Sandrini

Estação de Anhumas, 5/9/2015. Foto Vanderley Zago
     
Atualização: 16.10.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.