A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Cambaratiba
Borborema
Porto Ferrão
...

Ramal de Rib. Bonito-1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2010
...

 
C. E. F. do Dourado (1938-1949)
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1949-1966)
BORBOREMA
Município de Borborema, SP
Tronco da E.F.Dourado - km 155,2   SP-0227
Ramal de Ribeirão Bonito- km 185,171   Inauguração: 1938
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1938 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: Em maio de 1894, foi entregue o ramal de Ribeirão Bonito pela Cia. Paulista, saindo da estação de São Carlos, no tronco, e com ponto terminal em Ribeirão Bonito, em bitola métrica. Em 1900, a Cia. E. F. do Dourado (Douradense) abriu uma linha que unia Ribeirão Bonito a Dourado, com bitola de 60 cm. Em 1910, o tronco da Douradense atingiu Ibitinga e sofreu modificações, aumentando-se a bitola para métrica e alterando a ligação Ribeirão Bonito-Trabiju, colocando a estação de Dourado como ponta de um curto ramal. Somente em 1939 a Douradense prolongou a linha, chegando até Novo Horizonte. Em 1949, a Paulista adquiriu a Douradense, adicionando a sua linha-tronco ao ramal de Ribeirão Bonito, que agora ligaria São Carlos a Novo Horizonte diretamente. Em 1966, a linha entre Ibitinga e Novo Horizonte foi suprimida, e em 3 de janeiro de 1969, todo o ramal de Ribeirão Bonito foi desativado. Os trilhos foram retirados pouco tempo depois.
 
A ESTAÇÃO: A linha da Douradense, parada em Ibitinga desde 1910, somente começou a avançar na direção de Borborema e Novo Horizonte com a fundação da Cia de Estrada de Ferro Novo Horizonte, em 1929, por M. R. Calheiros e Nicolau Pizzolante. Mesmo assim, apenas em 1936 as obras efetivamente foram iniciadas, e o telegrafista na época, o sr. Nicomedes Seisdedos, tinha o escritório montado num vagão, onde trabalhava e pernoitava, convivendo com as onças e outros animais selvagens que andavam principalmente à noite em volta do acampamento. As datas atribuídas para a inauguração da estação são conflitantes: o relatório para 1936 da Cia. Douradense afirma que a abertura estava prevista para 01/01/1937, mas o relatório seguinte (1937) fala apenas que "as obras de arte complementares, como estações, casas de turma, armazém, etc serão executadas depois da abertura do tráfego na linha", o que apenas aumenta a dúvida sobre as datas. É certo, entretanto, que a linha desde meados de 1936 já chegava a Borborema, apenas sendo utilizada para tráfego de carga, e a estação não estava pronta então. Antigos moradores da cidade afirmam que a estação foi efetivamente aberta em 1938, pois nesse ano ela já tinha até chefe, e relatórios da Cia. Paulista dos anos 1950 dão a data de 12/03/1939 para essa abertura, o que pode indicar que essa teria sido a inauguração oficial ou
ACIMA: O ano era 1946. O redator da Folha de S. Paulo Paulo Pernasetti era pessimista com o futuro da pequena cidade de 1.700 eleitores apenas. O cinema fechara e o Grupo Escolar estava em péssimas condições. Muita gente foi embora. A estação ferroviária estava longe da cidade, dificultando o acesso (Folha da Manhã, 19/12/1946).
mesmo a liberação da linha para o tráfego de passageiros. É certo também que o telegrafista Nicomedes foi o primeiro chefe auxiliar da estação. "As locomotivas 840 até 844 tracionavam o PB14 entre Novo Horizonte e Tabatinga, e o comboio passava por Borborema entre 5:30 e 5:32. Em Tabatinga as locomotivas eram substituídas pelas Pacific 635, mais possantes e rápidas. E a Consolidation 732, então? Em 1961, quando meu pai era chefe aqui de Borborema e eu não desgrudava dele e tinha amizade com todos os maquinistas, foguistas e guardas, quando chegou o FB5 (de carga) e estava abastecendo de água, eu conversava com o maquinista meu amigo "Zé do Pito" e após uma "cantadinha" ele consentiu que eu dirigisse um pouquinho e então lá fui eu para a cabine, movi a alavanca, soltei o freio e acionei o reguleto...e lá se moveu a 732, tracionando um pesado trem de carga (uns 8 vagões, mais 3 gôndolas e o bk). Só que puxei com um pouco demais de força e ela deu uma patinada. Puxa!!!! como gostei e como me gravou na memória isso... e agora... só existe o tender dela aí, para ser cortado, ou sei lá o que" (Irani Seisdedos, Borborema, SP, ago/2001). A linha foi incorporada pela Douradense, e, em 1949, passou a integrar a Cia. Paulista, nova proprietária da linha. Nessa época, a cidade se queixava de Foi desativada em 1966, com o fim do trecho entre Ibitinga e Novo Horizonte. A estação foi demolida há tempos.
(Fontes: Cícero Seisdedos; Irani Seisdedos; Paulo Pernasetti: Borborema, Terra Esquecida, 1946; Folha da Manhã, 1946; Cia. E. F. do Dourado: relatórios anuais, 1932-48; Cia. Paulista: Relatórios anuais, 1948-69; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Borborema, sem data. Foto cedida por Cicero Seisdedos, webmaster do site www.borborema.com

A estação já desativada, em 1967. Foto cedida por Irani Seidedos
 
     
     
Atualização: 16.09.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.