A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1881-1951)
Casa Branca
Briaréu
Coronel Corrêa
...

Tronco CM - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2011
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1911-1951)
BRIARÉU
Município de Casa Branca, SP
Linha-tronco original - km 174,252   SP-1032
    Inauguração: 07.03.1911
Uso atual: moradia (2011)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1911
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da Mogiana teve o primeiro trecho inaugurado em 1875, tendo chegado até o seu ponto final em 1886, na altura da estação de Entroncamento, que somente foi aberta ali em 1900. Inúmeras retificações foram feitas desde então, tornando o leito da linha atual diferente do original em praticamente toda a sua extensão. Em 1926, 1929, 1951, 1960, 1964, 1971, 1973 e 1979 foram feitas as modificações mais significativas, que tiraram velhas estações da linha e colocaram novas versões nos trechos retificados. A partir de 1971 a linha passou a ser parte da Fepasa. No final de 1997, os trens de passageiros deixaram de circular pela linha.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi inaugurada em 1911 como um posto telegráfico, e teve seu nome tirado dos campos em volta da estação, compostos de turfa inflamável, cujo nome é briaréu. Foi desativada em 1951 com a retificação dos trilhos, que os desviou de várias das estações da área. Briaréu foi então vendida a particulares e o prédio sobrevive até hoje. Fica no bairro de Desterro, fora da cidade, a poucos metros da estação de Casa Branca-nova, e pode ser vista da linha. O ramal de Guaxupé, que inicialmente saía de Casa Branca-velha e em 1951 passou a sair da nova, saía dando a volta exatamente atrás de Briaréu, até 1989, quando os trilhos desse ramal foram retirados. Atualmente na estação mora a família de Sérgio Scussel, que relata, em 11/2004: "Briaréu faz parte da minha vida. Meu avô José Marques Lopes trabalhou na Mogiana como chefe de estação muitos anos. Passou por Campinas, Aguaí, Mogi-Mirim, Casa Branca e Uberaba. Trabalhou na Mogiana desde menino até aposentar-se. Faleceu em Casa Branca já há mais de 20 anos. As lembranças já fogem... A estação do Briaréu hoje é habitada por parentes meus diretos. Sempre vou até lá! Meu tio, Wagner Marques Lopes, falecido este
ACIMA: A linha da variante e a linha velha são mostradas no mapa acima.Onde está escrito "Estação de Briaréu" é na vedade a de Casa Branca-nova; a a de Briaréu é bem próxima, mas no leito da linha velha e não está assinalada. A linha velha corre mais ao sul no mapa; a da variante, mais ao norte e depois dirige-se ao canto esquerdo superior do mapa. Os anéis de linha na linha nova são as reversões para entrar no ramal de Mococa, onde está agora a estação de Casa Branca-velha, é a linha que segue para nordeste - CLIQUE SOBRE O MAPA PARA VE-LO EM DETALHE E ÁREA MAIORES (IBGE, anos 1970).
ano, 2004, passou os últimos 12 anos lá. A prefeitura de Casa Branca trocou a estação por um terreno que meu tio possuía às margens do asfalto próximo ao entroncamento rodoviário onde hoje se localiza um distrito comercial e industrial da cidade. Desta forma parte de minha família foi morar lá. A estação está ainda conservada como antigamente. Lá residem minha tia Regina, viúva do tio Wagner, já de idade, meu primo Marco Antonio, com esposa e filha, minha prima Ana Maria, filha do tio Wagner com esposo e 2 filhos e meu primo Marcio, filho do tio Wagner, solteiro. Tia Regina e Marcio habitam a estação propriamente dita. Da escadaria do Briaréu se vê a estação de Casa Branca-nova. Dentro da área do Briaréu já existe uma torre de linha de transmissão (construída "meio que na marra"). O tal do progresso. Quando menino usávamos o trem para viajar de Uberaba, onde nasci, até Casa Branca. Eram 2 trens. Diurno e noturno, P1 e N1 se não me engano. Veio o chamado "Trem de Aço" e depois o "Bandeirante". Todo bonito e prateado. Saíamos de Uberaba as 6:30 da manhã e chegávamos em Casa Branca as 15:30hs. Às vezes as 20:00hs no noturno e chegávamos as 5 da madrugada. Bons tempos!
"
     

Em 26/09/1998, a estação de Briaréu, habitada. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em 01/2004. Foto Douglas Bulhões e Alvarenga Jr.
 
     
     
Atualização: 18.08.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.