A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Tapera
Feira de Santana-nova
...
Saída para o ramal Feira-Ouriçanguinhas (jamais terminado): Irará
...

Ramal de Feira - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2006
...
 
V. F. F. Leste Brasileiro (1958-1964)
FEIRA DE SANTANA-NOVA
Município de Feira de Santana, BA
Ramal de Feira - km 153,755 (1960)   BA-4467
Altitude: 242 m   Inauguração: 19.12.1958
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1958 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O trecho entre Cachoeira e Feira de Santana foi o primeiro trecho aberto pela E. F. Central da Bahia, no ano de 1876. Em 1942, com a remodelação geral das linhas da região, o trecho entre Conceição de Feira e Feira de Santana passou a ser um ramal, que foi extinto oficialmente em 16/05/1975, mas que não operava, pelo menos com passageiros, desde 1964. O resto do trecho original entre Cachoeira e Conceição passou a fazer parte da Linha Sul desde 1942. Os trilhos do ramal foram retirados.
 
A ESTAÇÃO: Em dezembro de 1958, a estação velha e original de Feira de Santana, aberta em 1876, foi desativada e uma nova estação foi construída em ponto mais afastado, isolado na época.

"Desviaram a linha que seguia pela região do Tomba para a Estação Nova. Lá trabalhou até o final de 1958. Deixou a obra vendo o trem encostando-se à estação. Nesse dia, Mestre Januário lembra-se de um momento especial. Foi quando esperavam a chegada do trem na nova estação pela primeira vez, entre eles Mestre Sergio que aguardava com ansiedade. Algumas horas se passaram, quando surgiu no horizonte pelo tão esperado trem. O som da buzina anunciou a chegada. Logo todos se aproximaram da estação. Quando a porta do maquinista foi aberta, saiu um velho senhor que ao ver Mestre Sergio, desceu e cumprimentou-o com um emocionado abraço" (Emerson Nogueira Pinho: A Construção - Histórias de Mestre Januário, Irará, BA).

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1958 a 1964. Alguns horários registrados: (1964) chegada 8:25, vindo de São Felix e 15:10, vindo de Conceição de Feira (só 2as); saía 12:15 para Conceição (só 2as) e 16:00 para São Felix (Guia Levi).

A velha estação passou a servir de depósito da Prefeitura e depois foi abandonada. A nova estação deveria servir de saída para a jamais construída extensão da linha para Alagoinhas (ou, mais precisamente, na estação de Ouriçanguinhas, situada próxima a Alagoinhas e na linha desta para Juazeiro), depois de funcionar por poucos anos e ser desativada juntamente com o velho ramal em 1964, inicialmente serviu de sede para o Funrural, depois de feira e finalmente foi abandonada. Foi demolida. Hoje é um terreno cercado e vazio. "Morei lá um tempo e trabalhava a alguns metros da estação e era possível avistá-la da frente do comércio sem precisar ir lá de tão perto que era. A área da estação foi vendida para pagar dívidas com os ferroviários de lá. Lamentável a demolição tendo em vista que era a única obra de Oscar Niemeyer no Norte-Nordeste, além de ser um patrimônio da memória ferroviária, pois somente quem aprecia o tema é que sabe o valor de uma estação e até mesmo de um

Incrível, mas é verdade. A única construção que teve projeto de Oscar Niemeyer em todo o norte e nordeste do Brasil foi a estação "nova" de Feira de Santana. E por incrível que pareça foi demolida e dela não se tem informações de quem possua sequer uma fotografia dela. Hoje (2013), no seu lugar onde está sendo erguido um prédio comercial, ao lado do galpão da feirinha da estação. A frente da antiga estação, dava para a pracinha e os fundos para a avenida João Durval. O prédio dessa estação foi levado a leilão para pagamento de dividas trabalhistas, sendo arrematada por particulares e demolida há cerca de oito ou dez anos (mais ou menos 2000). Uma editora do sul do país está resgatando todas as obras de Niemeyer e já esteve em Feira em busca de registros fotográficos e até agora não conseguiu. Dela o que me recordo é que ela tinha mesmo os traços de Niemeyer, sobretudo a entrada com formas arredondadas, características que ele utilizou na Pampulha e Belo Horizonte. - Roosevelt Reis, 24/6/2013.
trilho instalado" (Jorge Magalhães, 14/7/2013). (Veja também FEIRA DE SANTANA-VELHA)
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Renato Ware; Jorge Magalhães; Adilson Simas; Roosevelt Reis; Folha da Manhã, 21/12/1958; Revista Ferroviária: Estradas de Ferro do Brasil, 1945; Emerson Nogueira Pinho: A Construção - Histórias de Mestre Januário, Irará, BA; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação nos anos 2000. Foto Jorge Magalhães

Entrada da estação. Anos 1960? Cessão Renato Ware
     
Atualização: 04.10.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.