A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Mafrense
Acauã
Paulistana
...

A linha no Piauí - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Petrolina-Teresina (1936-1941)
V. F. F. Leste Brasileiro (1941-1975)
ACAUÃ
Município de Acauã, PI
Linha Centro - km 761,136 (1960)
E. F. Petrolina-Teresina - km 190
  PI-3944
Altitude:   Inauguração: 12.1936
Uso atual: sede da Prefeitura   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1938
 
 
HISTORICO DA LINHA: HISTORICO DA LINHA: A linha da E. F. Petrolina a Teresina foi aberta em 1923 para ligar Petrolina à capital do Piauí, passando pelo extremo oeste do Estado de Pernambuco e subundo pelo sul do Piauí. Como diversas ferrovias no Brasil, suas obras avançaram lentamente. Em 1923 os trilhos levavam até Rajada, vilarejo no meio de nada. Somente em 1926 avançaram até Afrânio. Em 1928, até Mafrense, outro vilarejo e já no Piauí. Em 1936 a Acauã e em 1938 até Paulista (hoje Paulistana). Jamais passou dali. Em 1941, a ferrovia foi incorporada à VFFLB, mas seus trens continuavam partindo de Petrolina: quam vinha de Salvador por Juazeiro tinha de atravessar o rio São Francisco por barcos para pegar o outro trem. A ponte sobre o rio ficou pronta em 1965 e aí os trens passaram a correr direto até Paulistana, vindos de Salvador; mas em 1972 foram desativados a partir de Petrolina, e logo os trilhos da antiga VVFLB foram arrancados. Foi o fim do sonho de se chegar a Teresina pela Bahia.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Acauã foi inaugurada pela E. F. Petrolina-Teresina em 1935 (segundo o Guia Geral de 1960) ou 1936 (segundo José Teles), como ponta de linha da ferrovia até o prolongamento até a cidade de Paulista. "Em 1931 e 1932 a região foi abalada pela maior seca de nossa história. O Presidente da República era Getúlio Vargas. Para atender a calamidade do povo (que estava se alimentando de raízes de angelim, cuca de umbuzeiro e mancambira), no mês de outubro de 1932, o

ACIMA: Estação e antigo pátio, já sem trilhos há mais de 30 anos (Foto Sydney Corrêa em 2010).
Presidente autorizou o reinício dos trabalhos a partir de Mafrense, ao km 204, onde mais tarde foi erigida a estação de Paulista. Os trilhos chegaram em Acauã em dezembro de 1936. O diretor, entre 1931 e 1933, era o Engº Manoel Torre. Em 1936 já era o Engº Paulo de Amantino, que deu o nome à estação de 'Cauã'. O administrador do trecho, João de Amorim, corrigiu: "Doutor, o nome é Acauã
" (José Teles). Em 1941, foi incorporada à VFFLB e passou a fazer parte da Linha Centro. A estação de Acauã agora é a sede da Prefeitura do pequeno município, isto pelo menos salvou a pequena estação de destino pior. Um ex-funcionário da Leste que mora no local afirma que existiu uma parada com o mesmo nome no local: ela teria funcionado até que, com o crescimento da vila, veio a necessidade de passar a ser uma estação.

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1936 a 1972. Ao lado, o trem da EFPT na estação de Petrolina, nos anos 1920. Veja aqui horários em 1963 e em 1972 (Guias Levi).
(Fontes: Sydney Corrêa; Tarcisio Vilarinho, 2007; José Teles; http://historiadamariafumaca.blogspot.com; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Acima, a linha passa por Acauã e chega a Paulista, em mapa provavelmente dos anos 1940.

A estação de Acauã em 11/2010. Foto Sydney Corrêa

A estação de Acauã em 11/2010. Foto Sydney Corrêa

A parada, original, de Acauã em 11/2010. Apenas postes de trilhos, hoje sem a cobertura. Foto Leandro Corrêa Sydney
   
     
     
Atualização: 29.06.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.