A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1950/55-2001)
Uchoa
Cedral-mercadoria
Cedral-nova
...

Tronco EFA-1970

IGG-SP-1945
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 2000
...
 
E. F. Araraquara (c.1950-1971)
Fepasa (1971-1998)
CEDRAL-MERCADORIA
Município de Cedral, SP
Linha-tronco - km 180,517 (1986)   SP-1110
Altitude: 564 m   Inauguração: c.1950
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: c.1950 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro de Araraquara (EFA) foi fundada em 1896, tendo sido o primeiro trecho aberto ao tráfego em 1898. Em 1912, já com problemas financeiros, a linha-tronco chegou a São José do Rio Preto. Somente em 1933, depois de ter sido estatizada em 1919, a linha foi prolongada até Mirassol, e em 1941 começou a avançar mais rapidamente, chegando a Presidente Vargas em 1952, seu ponto final à beira do rio Paraná. Em 1955, completou-se a ampliação da bitola do tronco para 1,60m, totalmente pronta no início dos anos 60. Em 1971 a empresa foi englobada pela Fepasa. Trens de passageiros, nos últimos anos somente até São José do Rio Preto, circularam até março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: A estação original de Cedral foi substituída, entre 1950 e 1955, época da implantação da variante Uchoa-Cedral, por duas estações na nova linha, ambas em Cedral: a de mercadorias e a de passageiros, distantes uma da outra cerca de 2,5 quilômetros. A estação de mercadorias (chamada de Cedral-mercadorias) atendia também passageiros, mas nela paravam apenas os trens mistos e cargueiros.

Em 1986, ela já estava desativada, em mau estado, e era proposta a sua demolição pela própria Fepasa. Em Cedral-mercadoria, o armazém hoje serve como depósito de lixo para reciclagem. A plataforma da antiga estação que acredito ser igual à de Rio Preto Paulista está coberta de mato. Algumas casas ferroviárias também ainda existem. Parece ter existido ali um pátio respeitável do qual somente sobrou a reta.

(Fontes: Rafael Corrêa, 2009; Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local, 2000; Relatório de Instalações Fixas, Fepasa, 1986; Guia Geral de Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapas - acervo Ralph M. Giesbrecht)
     

Plataforma coberta de mato. Aí ficava a estação demolida há tempos. Foto Rafael Corrêa em 03/2009

O armazém. Foto Rafael Corrêa em 03/2009
 
     
     
Atualização: 13.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.