A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Borebi
Coronel Leite
Santa Flora
...

ramal de Borebi - 1950
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Sorocabana (1917-1962)
CORONEL LEITE
Município de Borebi, SP
Ramal de Borebi - km 399,582 (1934)   SP-1102
Altitude: 604 m   Inauguração: 1917
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1918 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: Em 1917, a Sorocabana abriu o ramal de Borebi, saindo da estação de Virgílio Rocha, no ramal de Bauru; o ramal chegava então até a fazenda do Coronel Leite. Em 1938, foi prolongado como ramal lenheiro, até Santa Flora. O ramal deixou de operar em 1962, pela circular estadual 73/61, de 28/04/1961.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta como ponta do ramal de Borebi, em 1917, e com o nome de Rodrigo Silva, no mesmo ano alterado

OBRAS OCORRIDAS NA ESTAÇÃO E SEU PÁTIO DE ACORDO COM RELATÓRIOS DA EFS: 1934 - Reparação e cobertura da estação

para o nome do dono das terras, Coronel Leite. Em 1938, a linha foi prolongada como ramal lenheiro no sentido do sul do município de Agudos. Em 1962, a estação foi desativada, com a supressão da linha. Hoje (11/2004), "a fazenda ainda existe, inclusive o casarão.
ACIMA: Os Leite vendendo uma residência na Capital. Porém, continuavam fazendo o contato na fazenda (O Estado de S. Paulo, 19/12/1922). ABAIXO: Casa da fazenda do Coronel Leite, hoje abandonada (Foto Adriano Martins em 25/7/2010).

O acesso a ela é meio restrito e como não havia ninguém no casarão, não entrei. Nada resta nem da fazenda nem da estação, a não ser a plataforma escondida no mato e, por incrível que possa parecer, um ou outro pedaço de trilho
" (Adriano Martins, 11/2004). "Foi l em Coronel Leite que minha me, ainda pequena, ficou, quando chegou da Argentina com seus pais, meus avs. Conheci tambm em So Paulo uma prima do Coronel Leite, me que era de uma conhecida, ambas j falecidas" (Arthur, 04/2006).
(Fontes: Adriano Martins; Carlos Cornejo; E. F. Sorocabana: relatórios oficiais, 1875-1969; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Na fazenda do Coronel Leite, no dia da inauguração do ramal e da estação, em 1917. Foto cedida por Carlos Cornejo

Panorama da fazenda do Coronel Leite, no dia da inauguração do ramal e da estação, em 1917. Segundo Adriano Martins, a estação estaria à esquerda e não apareceria na foto. Foto cedida por Carlos Cornejo

A plataforma da antiga estação de Coronel Leite, tudo que resta hoje, no meio do mato. Foto Adriano Martins em 11/2004

No arvoredo atrás da porteira está hoje a plataforma da antiga estação. Foto Adriano Martins em 11/2004
   
     
Atualização: 08.08.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.