A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Casqueiro
Cubatão
Areais
...

SPR-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2001
...
 
São Paulo Railway (1867-1946)
E. F. Santos-Jundiaí (1946-1975)
RFFSA (1975-1996)
CUBATÃO
Município de Cubatão, SP
Linha tronco - km 12,300 (1935)   SP-0023
    Inauguração: 16.02.1867
Uso atual: centro cultural   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A São Paulo Railway - SPR ou popularmente "Ingleza" - foi a primeira estrada de ferro construída em solo paulista. Construída entre 1862 e 1867 por investidores ingleses, tinha inicialmente como um de seus maiores acionistas o Barão de Mauá. Ligando Jundiaí a Santos, transportou durante muito anos - até a década de 1930, quando a Sorocabana abriu a Mairinque-Santos - o café e outras mercadorias, além de passageiros de forma monopolística do interior para o porto, sendo um verdadeiro funil que atravessava a cidade de São Paulo de norte a sul. Em 1946, com o final da concessão governamental, passou a pertencer à União sob o nome de E. F. Santos-Jundiaí (EFSJ). O nome pegou e é usado até hoje, embora nos anos 70 tenha passado a pertencer à RFFSA, e, em 1997, tenha sido entregue à concessionária MRS, que hoje a controla. O tráfego de passageiros de longa distância terminou em 1995, mas o transporte entre Jundiaí e Paranapiacaba continua até hoje com as TUES dos trens metropolitanos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Cubatão, uma das mais antigas do Estado, foi aberta juntamente com a linha da SPR em 1867. Já no ano seguinte, um novo predio foi construído para substituir o anterior, "muito acanhado". Porém, segundo o Almanak Lemmertz para 1889, "a estação do Cubatão offerece dimensões sufficientes para o serviço da povoação. Convem observar que a construção desta estação sendo de páo a pique deve ser considerada

ACIMA: A velha passarela metálica da São Paulo Railway foi mantida em seu lugar, apesar da demolição da estação para a construção da atual (Foto Marcos Antonio Nobrega, 12/9/2008). ABAIXO: Nos anos 1950, pátio da estação de Cubatão (IBGE).

provisoria". Este devia ser o predio de 1889, ainda ruim... O prédio seguinte foi erigido certamente durante a década de 1890. Duraria até os anos 1950 ou 1960, quando o atual o substituiu. Em 1898, entre a estação de Cubatão e a localidade de Pilões, foi aberto um ramal particular com 15 km de linhas, sendo 4 km de ramal lenheiro e 1 km para transportar papel da Cia. Fabril do Cubatão. Pertencia à City of Santos Improvements Co.. Tinha 6 locomotivas e 45 vagões; transportava passageiros também, cobrando 500 réis para todo o percurso; transportava também frutas e madeira. A estação de Cubatão fica afastada do centro da cidade, e tem hoje um prédio mais moderno... e feio. Fica na estrada velha para Santos.
ABAIXO: A cidade de Cubatão e a estação (à esquerda) nos anos 1960 (Autor desconhecido).


ACIMA: Em 27/9/1910, o Estado de S. Paulo publicou a nota acima sobre o bairro do Cubatão, em Santos

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local, 2001; Paulo Mendes; Luiz Rafael de Souza; Antonio Gorni; Almanak Lemmertz, 1889; Cacilda T. Costa: O Sonho e a Técnica; O Estado de S. Paulo, 1910; SPR: Relação oficial de estações, 1935; IBGE; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Cubatão no princípio do século 20. Foto extraída do livro O Sonho e a Técnica, de Cacilda T. Costa

A estação, ainda a antiga, em 1967. Acervo Paulo Mendes

A estação atual, em 03/2003. Foto Luiz Rafael de Souza

A estação atual, em 03/2003. Foto Luiz Rafael de Souza

A estação atual, em 03/2003. Foto Luiz Rafael de Souza

A estação atual, em 03/2003. Foto Luiz Rafael de Souza

A estação em 2007. Foto Antonio Gorni
   
     
Atualização: 01.01.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.