A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Araruba
Curupá
Tabatinga
...
Saída para a E. F. Itaquerê: Itaquerê
...

ramal de Tabatinga - 1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2002
...
 
E. F. Araraquara (1915-1916)
Northern Railway Co. (1916-1919)
E. F. Araraquara (1919-1966)
CURUPÁ
Município de Tabatinga, SP
Ramal de Tabatinga - km 38,912   SP-0019
    Inauguração: 01.02.1915
Uso atual: fechada   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1915
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal que saía de Silvânia era o único ramal da E. F. Araraquara, e começou a ser construído em 1908. O primeiro trecho entregue o foi em 1911, tendo ele chegado em Tabatinga, na E. F. Dourado, em 1916, que era uma estação administrada em conjunto com esta ferrovia. O ramal permaneceu com bitola métrica mesmo após o alargamento da bitola da EFA nos anos 50, e foi finalmente extinto em 1966.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Curupá foi aberta em 1915, um ano antes de o ramal da EFA alcançar a estação de Tabatinga, na E. F. do Dourado. De Curupá saía o ramal de Itaquerê, particular, e que

ACIMA: Pátio e estação de Curupá, em 1939. À direita, a vila, já existente na época (Acervo IGC-USP).
alcançava a estação de Itaquerê, na fazenda do mesmo nome, ramal este que, segundo alguns, era administrado também pela EFA. A estação foi fechada com o ramal, em 1966. Hoje está em estado precário, fechada, ao lado da rua principal do bairro de Curupá.
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Alberto del Bianco; IGC-USP; E. F. Araraquara: Relatórios anuais, 1940-1966; Mapa - Acervo R. M. Giesbrecht)
     

Vista aérea da estação, ainda ativa, sem data. Foto cedida por Alberto Del Bianco

A estação, já desativada, anos 1980. Foto Alberto Del Bianco

A fachada da estação, em 15/09/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

A plataforma da estação (15/09/2000). Foto Ralph M. Giesbrecht

Frontão lateral da estação com o dístico ainda com o nome (15/09/00). Foto Ralph M. Giesbrecht
 
     
Atualização: 27.02.2011
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.