A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Tanabi
Ecatu
Cosmorama
...

Tronco EFA-1970
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Araraquara (1943-1971)
FEPASA (1971-1998)
ECATU (antigo POSTO E)
Município de Tanabi, SP
Linha-tronco - km 263,760 (1960)   SP-0137
Altitude: 532 m   Inauguração: 01.10.1943
Uso atual: abandonada (2017)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1959
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro de Araraquara (EFA) foi fundada em 1896, tendo sido o primeiro trecho aberto ao tráfego em 1898. Em 1912, já com problemas financeiros, a linha-tronco chegou a São José do Rio Preto. Somente em 1933, depois de ter sido estatizada em 1919, a linha foi prolongada até Mirassol, e em 1941 começou a avançar mais rapidamente, chegando a Presidente Vargas em 1952, seu ponto final à beira do rio Paraná. Em 1955, completou-se a ampliação da bitola do tronco para 1,60m, totalmente pronta no início dos anos 1960. Em 1971 a empresa foi englobada pela Fepasa. Trens de passageiros, nos últimos anos somente até São José do Rio Preto, circularam até março de 2001, quando foram suprimidos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Ecatu foi aberta como Posto E em 1943, nome que ainda conservava em 1946.

Está situada no bairro do Sapé, no município de Tanabi.

Fica afastada da cidade e está em más condições, inclusive sem as telhas de cobertura. É idêntica à estação de Meridiano. Ela é curiosa: não tem porta de entrada, e o acesso deve ser pela rampa da plataforma. Este prédio foi inaugurado em 1959.

O vilarejo, em 2003, era simples e pacato. "É uma pena ver uma estação que já foi o "point" da moçada de Ecatu naquele estado. Exatamente por ter uma localização privilegiada, era lá que se faziam os cruzamentos: o trem ficava parado às vezes por até uma hora
esperando o que vinha de Rio Preto. Aquilo era uma curtição para a garotada como eu na época e que andava pelos vagões e para o comércio pois os ambulantes aproveitavam para vender objetos e comida. Os passageiros desciam, havia paqueras, e tudo era muito divertido" (Adilson Carlos Machado, 10/2003).

Em 2005 era habitada por uma família, que ali produzia farinha. Em 2017, parecia abandonada.

Durante a guerra, em 1943, a EFA continuava a avançar sua linha, então ainda métrica: "Tiveram prosseguimento os serviços de prolongamento até Porto Presidente Vargas. A ponta dos trilhos, a 31 de dezembro (de 1943), alcançava a estaca 3.657 - 73,140 km, portanto, além de Mirassol. O serviço de terraplenagem achava-se concluído até a estaca 4.165. Durante o exercício foram assentados 22,520 m de linha. Foram abertas ao tráfego a 15 de junho e a 1o de outubro , respectivamente, a estação de Cosmorama, no km 58,737 e Posto E, localizado no km 44,202 do prolongamento".
AO LADO: De: A Vida Administrativa de São Paulo em 1943, relatório apresentado ao Pres. Getúlio Vargas pelo Interventor Federal Fernando Costa, IOESP, 1944, p. 175.
(Fontes: Silvio Rizzo; Adilson C. Machado; Rodrigo Cabredo; Hermes Y. Hinuy; Willian R. Escriboni Soares; Rafael Correa; O Estado de S. Paulo, 5/7/1959; A Vida Administrativa de São Paulo em 1943, relatório apresentado ao Pres. Getúlio Vargas pelo Interventor Federal Fernando Costa, IOESP, 1944, p. 175; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapas - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Ecatu em 09/2001. Foto Rodrigo Cabredo

Estação de Ecatu em 09/2001. Foto Rodrigo Cabredo

A estação em 23/01/2002. Foto Hermes Y. Hinuy

Aqui se vê bem a "favelização" da antiga estação, 23/01/2002. Foto Hermes Y. Hinuy

Estação de Ecatu em 01/2005. Foto Willian R. Escriboni Soares

A estação em 02/2009. Foto Rafael Correa

A ex-estação em 12/5/2017. Foto Silvio Rizzo

 
     
Atualização: 04.09.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.