A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Jundiaí
Ermida
Cesário Mota
...

seção Ituana - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
Sorocabana Railway (1914-1919)
E. F. Sorocabana (1919-1971)
FEPASA (1971-1973)
ERMIDA (antiga TOTÓ FONSECA)
Município de Jundiaí, SP
Ramal de Jundiaí - km 177,869   SP-0328
Altitude: 682 m   Inauguração: 1914
Uso atual: moradia (1999)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Jundiaí era um dos trechos de linha mais antigos do Estado, construído para ser a linha-tronco da Cia. Ituana, que seguia de Jundiaí a Itu, tendo inclusive, a curiosa bitola de 96 cm. A anexação da Ituana pela Sorocabana em 1892 alterou todo a história. O trecho foi prolongado até Mairinque, a bitola foi ampliada para 1 metro e o trecho entre Mairinque e Francisco Quirino foi prolongado até Campinas, dando origem ao ramal de Campinas. O trecho entre Francisco Quirino e Jundiaí passou a ser conhecido como ramal de Jundiaí, embora o nome da agora inexistente Ituana perdurasse até a formação da Fepasa. O ramal foi suprimido em 20 de fevereiro de 1970, e os trilhos, retirados. O trecho dentro de Jundiaí passava onde hoje está a avenida União dos Ferroviários, ao lado dos antigos escritórios e oficinas da Cia. Paulista.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi inaugurada em 1914, sem nome, apenas como "km 180". Em 1921, ganhou o nome de Totó Fonseca, que perdurou até 28/04/1927, quando ganhou o nome definitivo de Ermida. Antes da estação de Ermida, no trecho entre esta e a estação de Jundiaí, havia uma pequena estação, uma parada, com nome não identificado na verdade, que era um barraco de madeira que sobreviveu no leito da antiga ferrovia até 1977, perto de onde hoje esse leito, que é a avenida (asfaltada) União dos Ferroviários, cruza com a avenida Nove de Julho. Com a supressão da linha, em 1973, a estação de Ermida foi desativada. Kelso Médici, autor de uma página sobre a Ituana, afirma que a estação de Ermida era também conhecida como Parada 3. Servia em 1999 como moradia. Dessa estação saía, até 1969, um ramal particular para a fazenda Ermida. Nessa fazenda, tinha uma estação, garagem de locomoti-vas e um girador, tudo encostadinho na serra do Japi. No lugar da ferrovia, hoje existe uma estrada asfaltada. Esse pequeno ramal cruzava a rodovia Marechal Rondon (hoje, ali chamada de Dom Gabriel Paulino Couto) logo após o trevo novo de Itupeva. Ali havia uma enorme descida com uma passagem de nível em frente a uma bela chácara, que não se sabe se ainda existe. Os carros, na estrada, tinham de parar (numa pista simples) e esperar a "vaporosa" passar, bem na baixada. Em fevereiro de 1970, a estação foi fechada, com o fim do ramal.
(Fontes: Kelso Medici; Hélcio Tagliolatto; Relatórios da EFS)
     

A estação de Ermida em 1999. Foto cedida por Kelso Medici


     
     
Atualização: 31.08.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.