A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice - estações da linha
...
Resende
Oliveira Botelho
Bulhões
...

...
 
 
E. F. Dom Pedro II (1878-1889)
E. F. Central do Brasil (1889-anos 1930)
OLIVEIRA BOTELHO
(antiga SURUBY)

Município de Resende, RJ
Ramal de São Paulo - km 188,868 (1928)   RJ-1193
Altitude: -   Inauguração: 04.12.1878
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
 
HISTORICO DA LINHA: Em 1869, foi constituída por fazendeiros do Vale do Paraíba a E. F. do Norte (ou E. F. São Paulo-Rio), que abriu o primeiro trecho, saindo da linha da SPR no Brás, em São Paulo, e chegando até a Penha. Em 12/05/1877, chegou a Cachoeira (Paulista), onde, com bitola métrica, encontrou-se com a E. F. Dom Pedro II, que vinha do Rio de Janeiro e pertencia ao Governo Imperial, constituída em 1855 e com o ramal, que saía do tronco em Barra do Piraí, Província do Rio, atingindo Cachoeira no terminal navegável dois anos antes e com bitola larga (1,60m). A inauguração oficial do encontro entre as duas ferrovias se deu em 8/7/1877, com festas. As cidades da linha se desenvolveram, e as que eram prósperas e ficaram fora dela viraram as "Cidades Mortas"... O custo da baldeação em Cachoeira era alto, onerando os fretes e foi uma das causas da decadência da produção de café no Vale do Paraíba. Em 1889, com a queda do Império, a E. F. D. Pedro II passou a se chamar E. F. Central do Brasil, que, em 1896, incorporou a já falida E. F. do Norte, com o propósito de alargar a bitola e unificar as 2 linhas. O primeiro trecho ficou pronto em 1901 (Cacheoira-Taubaté) e o trecho todo em 1908. Em 1957 a Central foi incorporada pela RFFSA. O trecho entre Mogi e São José dos Campos foi abandonado no fim dos anos 1980, pois a construção da variante do Parateí, mais ao norte, foi aos poucos provando ser mais eficiente. Em 31 de outubro de 1998, o transporte de passageiros entre o Rio e São Paulo foi desativado, com o fim do Trem de Prata, mesmo ano em que a MRS passou a ser a concessionária da linha. O transporte de subúrbios, existente desde 1914 no ramal, continua hoje entre o Brás e Estudantes, em Mogi e no trecho D. Pedro II-Japeri, no RJ.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Suruby foi inaugurada em 1878. Mais tarde teve o nome alterado para Oliveira Botelho, homenageando o dr. Francisco Chaves de Oliveira Botelho, antigo Presidente do Estado.

Até 1929, saíam dali os trilhos da E. F. Resende-Bocaina, que atingia a cidade de São José do Barreiro, em São Paulo, suprimida nesse ano. A estação parece ter sido suprimida após isso, pois, a partir de 1940, não existiam mais registros seus nos guias ferroviários.

Com a construção da variante em 1968, o local ficou fora definitivamente da linha do ramal. Hoje em dia (2003), segundo Christoffer R., existe ali em volta uma pequena vila, mas sem nenhum resquício da estação ou plataforma.

1927
AO LADO:
Descarrilamento próximo à estação (O Estado de S. Paulo, 27/5/1927).
     

A estação de Surubi, sem data. Foto cedida por Marco Giffoni

Estação de Surubi, sem data. Acervo Ralph M. Giesbrecht

Estação de Surubi, sem data. Acervo Ralph M. Giesbrecht
     
     
Atualização: 03.02.2018
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.