A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
(1881-anos 1930):
Arraial
Camaragibe
São Lourenço da Mata
...
Saída da ligação Norte (1908-anos 1960):
Parada Lacerda
...
(anos 1960-2005):
Parada Lacerda
Camaragibe
São Lourenço da Mata
...

Linha Norte - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Great Western (1881-1950)
Rede Ferroviária do Nordeste (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
CAMARAGIBE
Município de Camaragibe, PE
Linha Norte - km 20 (1960)   PE-3185
    Inauguração: 20.10.1881
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1908
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha que originalmente unia a estação de Brum, no Recife, a Pureza, próximo à divisa entre Pernambuco e Paraíba, foi aberta de 1881 a 1883 pela Great Western do Brasil, empresa inglesa que tinha a posse e a concessão da E. F. Recife ao Limoeiro. Esta linha avançou até Pilar, na antiga E. F. Conde D'Eu, incorporada à GW em 1901, onde sua linha, aberta em 1883, entre outros ramais, avançava até Nova Cruz, já no Rio Grande do Norte e da E. F. Natal a Nova Cruz, que também passou à GW, na mesma época. Para ligar estas duas últimas, a GW construiu em 1904 um trecho de 45 km, formando então o que veio a ser chamado de Linha Norte. Quando ocorreu a venda da GW para a Rede Ferroviária do Nordeste, no entanto, o trecho do RN já não mais pertencia à GW, mas foi incorporado à RFN, e em 1957 tudo isso foi uma das formadoras da RFFSA. A linha está ativa até hoje sob o controle da CFN, que obteve a concessão da malha Nordeste em 1996, mas trens de passageiros não circulam mais por essa linha desde os anos 1980.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Camaragibe foi aberta em 1881. O livro de Cyro Deocleciano de 1886 cita a abertura do trecho no dia 24. Esta era a estação velha, situada (*) no km 18,300. Em dezembro de 1908, foi aberta a estação de Camaragibe, a nova, 1.200 metros à frente, para a recepção da nova linha que ligava a estação de Tijipió (e depois, Coqueiral, construída no ponto de saída do ramal, em 1919) e ligava as linhas Centro e Norte. A velha

ACIMA: Diretores e engenheiros ingleses da Great Western que recepcionaram o Sr. Affonso Penna (o baixinho de chapéu e paletó escuro), presidente eleito do Brasil, na estação de Camaragibe ainda a original (não a atual abandonada) em agosto de 1906 (O Malho, 18/8/1906).
seguiu existindo pelo menos até 1949, quando era reportada como sendo uma parada apenas. Em 1960 já não é citada. Desde a primeira metade dos anos 1930, os trens de passageiros já não saíam mais de Brum, mas de Cinco Pontas, indo encontrar a linha Norte fora da cidade do Recife através da ligação Norte, de 1908, entre a antiga Central de Pernambuco e Camaragibe. Esta nova estação, então, desde a abertura em 1908 era um entroncamento da linha que vinha de Brum e agora aparentemente somente era usada apenas para cargueiros e da linha que agora partia de Cinco Pontas com os trens de passageiros (o Asa Branca, por exemplo)

ACIMA: Trilhos para Pecem, pobreza, sujeira e abandono passam ao largo da antiga estação de Camaragibe, um prédio de 1908, portanto já centenário (Foto Sydney Correa, 01/2009). ABAIXO: Localização da estação de Camaragibe atualmente (com a flecha) e a estação do metrô do mesmo nome (com um M branco num quadrado azul, à direita da antiga a ubs 4-5 quarteirões) (Cessão Sydney Correa, 01/2009).
para a Paraíba. A partir dos anos 1960, com a desativação total da linha que vinha de Brum, deixou de ser um entroncamento (*História de uma estrada de ferro do Nordeste, Estevão Pinto, 1949). A estação do metrô de Camaragibe não foi construída no local da antiga estação, pois o trajeto dos trilhos do metrô, no trecho após a Parada Lacerda, não tomou o caminho da antiga via, pois esta, nesse trecho, ainda é operacional para cargueiros que vão até o porto de Pecem. A estação de Camaragibe está hoje totalmente abandonada, sem teto e servindo de abrigo para marginais e viciados.
(Fontes: Sydney Correa;
Coaraci Camargo; O Malho, 1906; Cyro Deocleciano Pessoa Jr.: Estudo Descriptivo das Estradas de Ferro do Brasil, 1886; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 01/2009. Foto Sydney Correa

A estação em 01/2009. Foto Sydney Correa
   
     
Atualização: 19.02.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.