A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Viçosa-Universidade
Viçosa
Silvestre
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Leopoldina (1885-1975)
RFFSA (1975-1996)
VIÇOSA
Município de Viçosa, MG
Linha de Caratinga - km 381,498(1960)   MG-1809
Altitude: 649 m   Inauguração: 15.11.1885
Uso atual: centro cultural e biblioteca (2005)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1912
 
 
HISTORICO DA LINHA: Este trecho da Leopoldina na verdade era uma junção de várias linhas isoladas originalmente, construídas em épocas diferentes. O trecho entre Entre Rios (Três Rios e Silveira Lobo foi aberto em 1903 e 1904; o seguinte, até a estação de Guarani, ficou pronto em 1883 e havia sido construído e operado pela Cia. União Mineira, até a entrega à Leopoldina, em 1884; o trecho entre esse ponto e Ligação ficou pronto em 1886, enquanto daí para a frente, até Ponte Nova, foi entregue entre os anos de 1879 e 1886. Entre 1912 e 1926, entregou-se a linha até Matipoó (Raul Soares) e finalmente, em 1931, a linha chegou a Caratinga, de onde não passou. Havia um trem de Barão de Mauá, no centro do Rio de Janeiro, para Caratinga, via Petrópolis, todos os dias, desde que a linha completa foi entregue, em 1931. Sem trens de passageiros desde os anos 1980 (em 1980 ainda existiam trtens mistos fazendo o serviço de passageiros entre Ubá e Caratinga, vindo de Recreio, na antiga linha-tronco da EFL), a linha foi erradicada em 1994 nos trechos Três Rios-Ligação e Ponte Nova-Caratinga; o trecho intermediário consta até hoje como tendo "tráfego suspenso".
 
A ESTAÇÃO: A estação de Viçosa foi inaugurada em 1885 a 6 quilômetros do centro da cidade. "O local dessa primitiva estação era então afastado da cidade. Dizem que como Arthur Bernardes era adversário dos construtores da ferrovia eles fizeram um traçado para não passar dentro da cidade. Em 1912 a linha mudou para o traçado atual porque o Presidente do Estado era Arthur Bernardes e o sogro dele tinha uma fábrica no Silvestre. São as lendas. O nome do local dessa estação velha era Violeira, por causa de um evento (parece-me que um enterro) que juntou muitos violeiros que fizeram uma "violeira". Em 1912, a "estação da Violeira" foi demolida. Olhando no Google Earth ainda se vê o traçado antigo e indícios da demolição. D. Pedro II passou por aqui e anotou no seu diário o local que chamamos hoje de Estação Velha" (Aguinaldo Pacheco, 17/7/2011). Em 1912 foi construída em outro ponto a nova estação de Viçosa.

Pelo menos até 1980 ainda trafegavam por Viçosa trens mistos, trazendo passageiros para a estação. A linha, entre Ubá e Ponte Nova, nunca foi oficialmente suprimida; o movimento de trens, porém, é nulo. A estação está desativada há anos. Os trilhos ainda estão expostos. Depois de anos de abandono, em 1996 a estação foi restaurada. "Quando estive em Viçosa, ainda passava trem. Passavam os cargueiros de vagões fechados de cimento ensacado a ser distribuído nas cidades da linha. Depois em 1999, a estação estava fechada, em 2003 a estação estava sendo ocupada por serviços sociais e voluntários da prefeitura, com reformas na sua estrutura interna. Não sei como está hoje a estação". (Marcio, Santo André, SP, 08/2005). "Realmente passavam vagões de cimento que eram distribuídos por várias cidades, inclusive a Mundial, daqui de Viçosa, comprava muitos vagões de cimento. Também passavam por aqui os vagões de bauxita para a ALCAN em Mariana. Eu moro bem na reta da UFV e escutava-os acelerando e subindo na rampa e adorava o barulho; quando desciam, escutava o apito dele vindo lá de cima da UFV, pois para quem não conhece, é uma reta de 2 km tanto da linha como do campus da UFV e passava nesta linda paisagem dentro do campus, com seus apitos e barulhão. Eram as U13 que passavam aqui e também de vez em quando passava uma U20. Isso ocorreu até outubro de 1996, quando o último trem, com vagões e locomotivas sucateadas, passou aqui já da FCA, que desativou o trecho todo. Na estação, hoje, funciona um centro cultural e a biblioteca" (Gustavo Torres, Viçosa, MG).

ACIMA: A locomotiva e o trem passam pela cidade de Viçosa nos anos 1920, numa cena que parece até de maquete. Bela cidade então era Viçosa (Autor desconhecido). ABAIXO: Estação de Viçosa em 1988 (Foto Hugo Caramuru).


ACIMA: Estação de Viçosa em junho de 1990. Notar que a rua ainda tinha os dois trilhos, da linha principal e do desvio (Foto Hugo Caramuru). ABAIXO: Mapa dos anos 1950 mostra a linha passando pelo município de Viçosa (mapa parcial) (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960).
(Fontes: André A. A. Amorim; Gustavo Torres; Marcio _; Hugo Caramuru; L'Italia, 28/11/1885; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80)
     

A estação de Viçosa, antes de ser reformada, em 1996. Foto André A. A. Amorim

A estação em 1998, já reformada. Foto André A. A. Amorim

A estação em 2003. Foto André A. A. Amorim

A estação em 07/08/2005. Foto Gustavo Torres
 
     
Atualização: 05.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.