A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Aperibé
Baltazar
Santo Antonio de Pádua
...

...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
 
E. F. Santo Antonio de Pádua (1883-1884)
E. F. Macaé a Campos (1884-1887)
E. F. Leopoldina (1887-1975)
RFFSA (1975-1996)
BALTAZAR
Município de Santo Antonio de Pádua, RJ
Linha de Campos a Miracema - km 427,292 (1960)   RJ-1852
  Inauguração: 1883
Uso atual: n/d   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: A ferrovia ligando Campos a São Fidélis foi aberta em 1/8/1891, por uma concessão recebida por Edmundo Meinick e outros em 1876. Por outro lado, a E. F. Santo Antonio de Pádua, com uma concessão de 1879, havia estabelecido uma linha unindo Luca (São Fidélis) a Santo Antonio dos Brotos (Miracema), ferrovia esta aberta em 1880, de São Fidelis até Santo Antonio de Pádua, e em 1883, desta cidade até Miracema. Em 1884, este última foi vendida à E. F. Macaé a Campos. Em 1891, quando Miracema já estava ligada a Campos pela junção das duas ferrovias, ambas já pertenciam à Leopoldina. A linha era ligada até a linha do Manhuaçu próxima a Miracema, através do ramal de Paraoquena, que liga as estações dee Cisneiros, naquele ramal, com a de Paraoquena. Embora tenha parado de transportar passageiros desde o início dos anos 80 (em 1980 ainda trens mistos carregavam passageiros de Recreio a Campos), a linha está ativa até hoje para cargueiros da FCA. Nos últimos tempos, o trem de passageiros, e hoje os cargueiros, seguiam direto de Cisneiros, na linha do Manhuaçu, pelo ramal de Paraoquena até Campos, deixando o trecho Paraoquena-Miracema desativado.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Baltazar foi inaugurada em 1883. A descrição do local em 1884 era: "Na estação do Balthazar, freguezia de Santo Antonio de Pádua: um edifício no km 58,
construído de pau a pique, coberto de telha" (Estradas de Ferro do Brasil, Cyro Pessoa Jr., 1886). Ainda passam raros trens cargueiros por Baltazar, mas os trens de passageiros deixaram de passar por ali desde o início da década de 1980. A estação ainda está de pé, em 2004.
AO LADO: A estação de Baltazar pertencia ao município de Pádua e fazia parte da EF Leopoldina. As malas postais eram permutadas diariamente com a Adm. Federal - Rio de Janeiro e seguiam por via ferroviária até o porto de Maruí e em seguida, pelas barcas da própria Leopoldina, para o destino. (texto e reprodução: Márcio Protzner, 02/2009)
(Fontes: Hugo Caramuru; Gutierrez L. Coelho, 2004; Estradas de Ferro do Brasil, Cyro Pessoa Jr., 1886; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Márcio Protzner, 2009)
     

Estação de Baltazar, tirada do trem de passageiros, em 1982. Foto Hugo Caramuru

A estação de Baltazar em 01/2004. Foto Gutierrez L. Coelho
 
     
Atualização: 18.08.2009
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.