A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Quilômetro 158
Guaianã-nova
Cangüera
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1998
...
 
FEPASA (1985?-1998)
GUAIANÃ-NOVA
Município de Mairinque, SP
Variante Boa Vista-Guaianã -
km 148,434 (1994)
  SP-1555
    Inauguração: 1985?
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: c.1985
 
 
HISTORICO DA LINHA: Por volta de 1977, foi aberta pela Fepasa uma linha ligando a estação de Boa Vista, da antiga CP e nos subúrbios de Campinas, às proximidades da estação de Helvetia, esta na linha do ramald e Campinas da ex-Sorocabana. Em 1985, a continuação desta linha uniu-a às proximidades de Cangüera, na Mairinque-Santos, passando por fora do pátio de Mairinque. A variante Boa Vista-Guaianã, como foi chamada, unia na prática a antiga Mogiana diretamente ao porto de Santos e era na prática a retificação do ramal de Campinas, que por sua vez englobava uma parte da linha original da antiqüíssima Ituana. Com isso, versões novas de antigas estações foram criadas, todas as estações do ramal de Campinas foram desativadas com o próprio ramal, e a única estação remanescente na linha foi a de Pimenta (original), exatamente onde os dois leitos - o velho e o novo - se cruzaram. A linha hoje tem um dos maiores movimentos ferroviários do Estado.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Guaianã-nova, que substituiu a antiga de Guaianã, da Mairinque-Santos, foi inaugurada por volta de 1985, provavelmente quando entrou em operação a variante Boa Vista-Guaianã. Pouco além dela, a linha da variante se encontra com a da Mairinque-Santos original. A estação, em 1998, já estava abandonada e depredada, num imenso pátio cheio de desvios. Em 2013, os desvios já não existem, somente a linha principal. A estação está depredada. (VEJA TAMBÉM GUAIANÃ)
     

A estação de Guaianã-nova, em 1986. Foto do relatório de instalações fixas da Fepasa, 1986

A estação de Guaianã-nova, em 1986. Foto do relatório de instalações fixas da Fepasa, 1986

A estação de Guaianã-nova, em 21/05/1998, abandonada e depredada. Foto Ralph M. Giesbrecht

Da ponte, vista do pátio de Guaianã (21/05/1998). Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação depredada, em 08/2003, com o trem da Ferronorte passando ao lado. Foto Ricardo Koracsony

A estação depredada, em 08/2003. Foto Ricardo Koracsony
     
Atualização: 10.01.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.