A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Antonio Justino
Guardinha
José Honório
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. São Paulo-Minas (1910-1971)
FEPASA (1971-1998)
GUARDINHA
Município de São Sebastião do Paraizo, MG
Linha-tronco original - km 113,100 (1960)   MG-1388
Altitude: 836 m   Inauguração: 12.10.1910
Uso atual: abandonada (2010)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: As origens da E.F. São Paulo-Minas remontam a 1891, quando um médico da cidade de São Simão resolveu construir uma linha (Cia. Melhoramentos São Simão) que seguisse do centro até a fazenda Santa Maria. A empresa fechou em 1895, mas foi sucedida pela V. F. São Simão, em 1897. Esta se tornou em 1902 a E.F. São Paulo-Minas, quando passou a sair da estação de Bento Quirino e não mais do centro, sendo abandonada a linha que ligava este a Santa Maria, muito mais longa. A linha atingiu seu ponto máximo em 1911, quando alcançou São Sebastião do Paraíso, em Minas. A empresa mudou de donos mais vezes, até que em 1930, em dificuldades financeiras e dois anos após implantar um ramal de Serrinha (Ipaúna) a Ribeirão Preto, foi encampada pelo Estado. Em 1968, passou a ser administrada pela Mogiana, que fechou o trecho entre São Simão e Ipaúna. Em 1971, a SPM foi uma das cinco empresas fundidas para formar a Fepasa. Trens de passageiros correram até 1976. Atualmente a linha, de Ribeirão Preto até São Sebastião do Paraízo, está abandonada em quase toda a sua extensão.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Guardinha foi aberta em 1910. A estação estava abandonada em 2010, ano em que completou 100 anos de existência.
ACIMA: Inauguração da ferrovia em Guardinha, em foto tomada de cima do comboio. Data presumida: 12 de outubro de 1910 (O Estado de S. Paulo, 8/11/1910). ABAIXO: Estação de Guardinha e seu pátio abandonado (Foto Tarcio Candiani em 4/2010).

(Fontes: Tárcio Candiani; Rodrigo Flores; Dantas Nunes; O Estado de S. Paulo, 1910; FEPASA: Relatório de Instalações Fixas, 1986)
     

Estação de Guardinha, em 1986. FEPASA: Relatório de Instalações Fixas, 1986

Dístico na estação de Guardinha, em 1986. FEPASA: Relatório de Instalações Fixas, 1986

A estação de Guardinha, lado da plataforma, em 2004. Foto cedida por Dantas Nunes

O armazém abandonado ao lado da estação de Guardinha, lado da plataforma, em 2004. Foto cedida por Dantas Nunes

A estação de Guardinha, lado da plataforma, em 2004. Foto cedida por Dantas Nunes

A estação em 4/2010. Foto Tárcio Candiani

A estação em 3/2016. Foto Rodrigo Flores
   
     
Atualização: 15.03.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.