A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Hammond
Guariba
Córrego Rico
...

ramal de Jaboticabal-1950

IBGE-1960
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1999
...
 
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1892-1969)
GUARIBA
Município de Guariba, SP
Ramal de Jaboticabal-km 40,304(1959)   SP-1977
Altitude:   Inauguração: 06.06.1892
Uso atual: estação rodoviária   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1914
 
 
HISTORICO DA LINHA: Projetado pela Rio Claro Railway, o primeiro trecho da linha foi aberto pela Cia. Paulista, em 06/06/1892, de Rincão a Guariba, como um prolongamento da linha de bitola métrica da Paulista adquirida à RCR, e que partia de Rio Claro. Em 1893, ele chegava a Jaboticabal, e em 1902 atingiu Bebedouro. A ampliação do tronco da Paulista para a bitola larga, entre Rio Claro e Rincão, feito entre 1916 e 1922, acabou por seguir pela margem direita do rio Mogi-Guaçu e não pela linha de Jaboticabal, fazendo um arco que alcançaria Bebedouro em 1929. O trecho entre Rincão e Bebedouro, que passava por Jaboticabal, passou a ser chamado de Ramal de Jaboticabal e permaneceu com a bitola métrica até sua extinção, em 23/12/1966, entre Jaboticabal e Bebedouro, e em 02/01/1969, do trecho restante. Os trilhos começaram a ser arrancados no dia seguinte.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Guariba foi inaugurada, segundo os relatórios da Cia. Paulista, em 6 de junho de 1892, e fazia parte da sua então linha-tronco de bitola métrica. A estação deu origem à cidade. Outra fonte cita a data de 29 de junho para a chegada do primeiro trem a Guariba, recebido com bandeiras de vários países

hasteadas na estação. A família Belodi costumava vir aos fins de semana de Jaboticabal para Guariba, para realizar negócios, em 1906, e relatava: "A estação de trem é o lugar mais bonito e movimentado da vila, e o carro restaurante é a coisa mais deslumbrante da estação de trem. Foi só uma vez que deu certo de chegarmos lá na hora que o trem vinha vindo, batendo o sino, e parando e parando até chegar bem na nossa frente. Se eu pudesse, queria perguntar àquele menino do meu tamanho, com o gorro verde e uniforme de marinheiro, com um homem que devia

AO LADO: Horários de trem prejudicavam a população em 1953 (Folha da Manhã, 25/2/1953).
ser seu pai e que comiam com tanto gosto não sei o quê: queria perguntar como é que o vasinho de vidro, com margaridas dentro, sobre a mesa, não caía com o balanço do trem. Disse-me o homem que faz as compras, que o trem da noite tem até lugares one os homens dormem em camas melhores do que os que existem nas casas da vila". (Telarolli, Rodolpho, p.90) (1). Em 1914, a estação teve inaugurada um novo prédio (1), maior e moderno, que sobrevive até hoje. A partir de 1929, passou a ser parte do ramal de Jaboticabal, com a linha-tronco passando a correr, com bitola larga, na margem direita do rio Mogi. Em 2 de janeiro de 1969, o ramal e a estação foram desativados. A estação conservou-se, pintada hoje de marron, servindo como depósito, bar, rodoviária, entre outras coisas. CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A ESTAÇÃO VISTA DO SATELITE (gentileza Antonio Carlos Mussio)
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht - pesquisa local; Rodolpho Telarolli; Folha da Manhã, 1953; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, 1960; Ana Luiza Martins: Guariba - 100 anos, Museu Historico, 1895-1995 (1); IBGE, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1915. Foto do livro Guariba Cem Anos, 1995, de Ana Luíza Martins. Foto do Museu Histórico

Estação de Guariba em 1918. Foto do álbum dos 50 anos da Cia. Paulista

A estação em 1930. Foto do livro Guariba Cem Anos, 1995, de Ana Luíza Martins. Foto do Museu Histórico

A estação ainda ativa em 1957. Foto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, IBGE, 1958)

A estação em 24/06/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht

A estação em 24/06/1999. Foto Ralph M. Giesbrecht
     
Atualização: 08.02.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.