A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Ferdinando Laboriau
Iporanga
Guararapes
...

Tronco NOB - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Noroeste do Brasil (1929-1975)
RFFSA (1975-1996)
IPORANGA
Município de Guararapes, SP (veja o local)
Linha-tronco - km 298,800 (1949)   SP-2134
Altitude: 394 m   Inauguração: 06.08.1929
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro Noroeste do Brasil foi aberta em 1906, seguindo a partir de Bauru, onde a Sorocabana havia chegado em 1905, até Presidente Alves, em setembro de 1906. Em janeiro de 1907 atingia Lauro Müller, em 1908 Araçatuba e em 1910 atingia as margens do rio Paraná, em Jupiá, de onde atravessaria o rio, de início com balsas, para chegar a Corumbá, na divisa com o Paraguai, anos depois. O trecho entre Araçatuba e Jupiá, que até 1937 costeava o rio Tietê em região infestada de malária, foi substituído nesse ano por uma variante que passou a ser parte do tronco principal, enquanto a linha velha se tornava o ramal de Lussanvira. Em 1957, a Noroeste passou a fazer parte da Refesa. Transportou passageiros até cerca de 1995, quando esse transporte foi suprimido. Em 1996, a Refesa deu a concessão da linha para a Novoeste, que transporta cargas até hoje.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Iporanga, ou Iporangá, foi aberta em 1929. Ficava originalmente na variante de Jupiá, que se transformou na linha-tronco a partir de 1940. A estação em 1990 já havia sido demolida. A única coisa que sobrava em 1990 no pátio era uma antiga casa de ferroviários (casa de portador), mostrada abaixo, e que moradores antigos afirmavam que era a própria estação, mas não era: na verdade, a estação era pequena e tinha plataforma com rampas. Em 2006, porém, tudo foi demolido, a igreja do local está em ruínas, da casinha somente sobraram a escada e o piso de ladrilhos hidráulicos.

ACIMA: Planta do vilarejo de Iporanga, com a estação ao centro, em 1947 (CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA VER EM TAMANHO MAIOR) (IGG-SP).

(Fonte: Odilio Pereira de Queiroz Neto; Ismael Gobbo; IGG-SP, 1947; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Casa de ferroviário no pátio de Iporanga, em 1990. A estação já havia sido demolida nesssa época. Foto Ismael Gobbo

Trem da Noroeste em 1990 no pátio da demolida estação de Iporanga. O que se vê é uma casa de ferroviário; Foto Ismael Gobbo

Restos da casa de ferroviário de Iporanga, em 04/2006. Foto Ismael Gobbo
     
     
Atualização: 26.04.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.