A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Aldeinha
Itaquaciara
Embu-Guaçu
...

Mairinque-Santos - 1937
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Sorocabana (1932-1958)
ITAQUACIARA
Município de Itapecirica da Serra, SP
Mairinque-Santos - km 57,500 (1937)   SP-2148
    Inauguração: 11.06.1932
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1936 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: Projetada desde 1889, a Mairinque-Santos, linha que quebraria o monopólio da SPR para ligar o interior ao litoral foi iniciada em 1929 e terminada em 1937, com a ligação das duas frentes, uma vindo de Santos e outra de Mairinque. É uma das obras ferroviárias mais reportadas por livros no Brasil. Já havia, no entanto, tráfego desde 1930 nas duas partes, e o trecho desde Santos até Samaritá havia sido adquirido em 1927 da Southern São Paulo Railway, operante desde 1913. Com o fim da Sorocabana e a criação da Fepasa, em 1971, a linha foi prolongada até Boa Vista, no fim dos anos 80 (retificação do antigo ramal de Campinas). Houve tráfego de passageiros entre Mairinque e Santos até cerca de 1975, e mais tarde entre Embu-Guaçu e Santos, até novembro de 1997. A linha opera até hoje sob a administração da Ferroban.
 
A ESTAÇÃO:A estação de Itaquaciara foi inaugurada em 1932 com uma estação provisória, construída inicialmente em madeira. Em 1934, foi classificada como posto telegráfico de categoria A (*). A construção de alvenaria foi inaugurada em 1936. Foi desativada em 1958. "Itaquaciara é hoje um bairro rural de Itapecerica. Não existe hoje nenhum vestigio da estação, já demolida há anos; ela ficava a uns 200 m da boca do túnel ferroviário, este construído em 1933, sob o morro que divide os municipios de Itapecerica da Serra e Embu-Guaçu" (Décio Marques, 03/2004). "Por coincidência, como a Parada Linfa, ela hoje é um 'Limite de Seção de Bloqueio' e tem a mesma função de antigamente; não que tenham feito de propósito, mas porque está localizado aproximadamente entre o pátio de Aldeinha e de Embu-Guaçu" (Stenio Gimenez, 03/2005).

* Segundo o Relatório Anual de 1934 da EFS, "À categoria A ficaram pertencendo os diversos postos que funccionavam como si fossem estações de 4a classe, isto é, onde, além do serviço de trens, havia venda de bilhetes, despachos de encommendas, bagagens, mercadorias, animaes, valores e serviços telegraphico, em trafego proprio e mutuo, com os fretes calculados pela propria distancia".

(Fontes: Décio Marques; Stenio Gimenez; E. F. Sorocabana: Relatórios anuais, 1920-69; FEPASA: Relatório de Instalações Fixas, 1986; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação era por aqui... Foto Stenio Gimenez
   
     
     
Atualização: 18.05.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.