A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
(1885-1916)
Visc. Rio Claro-velha
Itirapina-velha
Campo Alegre
...

ramal de Jaú - 1910
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2006
...
 
Cia. Rio-Clarense (1885-1888)
Rio Claro Railway (1888-1892)
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1892-1916)
ITIRAPINA-VELHA
(antiga MORRO PELLADO)
Município de Itirapina, SP
Ramal de Jaú - km   SP-2143
Altitude: -   Inauguração: 01.07.1885
Uso atual: moradia (2016)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Jaú foi construído pela Cia. Rio-clarense entre 1885 e 1887, ligando a estação original de Visconde do Rio Claro a Jaú. Entre 1929 e 1931, já com a Paulista, esse ramal sofreu uma retificação entre as estações de Campo Alegre e de Dois Córregos, mantendo apenas a estação de Torrinha em seu lugar entre os dois extremos da obra. Em 1941, o ramal foi totalmente reformulado e teve a bitola ampliada e foi eletrificado, além de ter sido juntado com os ramais de Agudos e de Bauru para formar o tronco oeste da Paulista. Nos anos 70, o nome ramal de Jaú ainda persistia nos horários de trens do Guia Levi, apesar de oficialmente não existir mais a denominação.
 
A ESTAÇÃO: A estação original de Itirapina foi inaugurada pela Rio-clarense em 1885 com o nome de Morro Pellado, ainda na época no município de Rio Claro. A estação original era, então, a primeira do ramal de Jaú, logo após a bifurcação em Visconde do Rio Claro, e deu origem à povoação que acabou por se tornar mais tarde o município de Itirapina (1935). Aliás, Itirapina, na língua Tupi, significa exatamente "morro pelado".

O nome atual foi dado à povoação no ano de 1900.

Em 1916, a estação original deu lugar à nova, construída em um local a cerca de 500 metros da antiga, para que pudesse abrigar a bifurcação de linhas, e que passou a pertencer ao tronco principal. O p´redio antigo virou depósito e, mais tarde, por volta dos anos 1970, foi cedido para uso como moradia.

A estação antiga existe até hoje. Este prédio sobreviveu ao tempo, mesmo estando desativado, servindo em 2016 como moradia. A estação estava em 2016 dividida em três moradias, com três diferentes famílias ali morando. Em pelo menos uma das partes a estação é conservada na forma mais original possível.

(ver também ITIRAPINA)

ACIMA: A antiga estação. ABAIXO: Quatro detalhes da antiga estação (clique sobre a figura para ver a foto em tamanh m aior) (Fotos Victor Hugo Silva, 16/12/2016).

(Fontes:
Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Victor Hugo Silva; José C. Vignoli; Wilson da Silva Jr.; Edson Castro; Cia. Paulista, relatórios anuais, 1900-69); Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação original de Itirapina, desativada em 1916, sobrevive até hoje (03/2001). Foto Wilson da Silva Jr.

A estação em 2001. Foto Edson Castro

A estação em 2001. Foto Edson Castro

A estação em 13/2/2013. Foto José C. Vignoli
 
     
Atualização: 22.12.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.