A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Santo Anastácio
Jarbas Trigo
Piquerobi
...

Tronco EFS - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. Sorocabana (1940-1971)
FEPASA (1971-1998)
JARBAS TRIGO (antiga CHAVE MANZANO)
Município de Piquerobi, SP
Linha-tronco - km 834,490 (1940); km 786,557 (1960) (**)   SP-2179
Altitude: 429 m   Inauguração: 24.04.1940
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
(*) As quilometragens foram alteradas em 1928, devido às retificações feitas entre São Paulo e Iperó neste ano e em 1953, (**) devido às retificações feitas entre Conchas e Manduri neste ano.
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Sorocabana foi fundada em 1872, e o primeiro trecho da linha foi aberto em 1875, até Sorocaba. A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999, quando foram suprimidos pela concessionária Ferroban, sucessora da Fepasa. A linha está ativa até hoje, para trens de carga.
 
A ESTAÇÃO: Posto telegráfico aberto em 1940 com o nome de Chave Manzano, recebeu mais tarde o nome de Jarbas Trigo.

Lugar deserto, tinha algumas fazendas e sítios nas imediações, como mostram as duas belas fotos (acima) tomadas próximas à estação, provavelmente nos anos 1950 ou 1960.

A estação foi aparentemente demolida já antes de 1986.

ACIMA: Em reportagem publicada na Folha da Manhã de 23/6/1939, o anúncio da abertura de um desvio (chave) na Villa Manzano.

ACIMA: "Meu irmão Miguel, a caminho do sitio dos Leite, na chave Manzano, depois chamada Jarbas Trigo" - o texto é do próprio site de onde foi extraída a foto . ABAIXO: Álvaro Leite e família, em fazenda na Chave Manzano (Fotografias extraídas do site http://members.tripod. compiquerobiensevidarural.htm - Acervo Luiz Netto).
(Fontes: Acervo Luiz Netto; http://members.tripod.compiquerobiensevidarural.htm; E. F. Sorocabana: relatórios anuais, 1920-69; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     
     
     
     
Atualização: 27.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.