A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Toledo Piza
Ministro Calmon
Cincinato
...

Tronco NOB - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. Noroeste do Brasil (1906-1975)
RFFSA (1975-1996)
MINISTRO CALMON
(antiga LAURO MÜLLER)

Município de Guarantã, SP
Linha-tronco - km 89,298 (1949)   SP-2344
Altitude: 459 m   Inauguração: 27.09.1906
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1948
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro Noroeste do Brasil foi aberta em 1906, seguindo a partir de Bauru, onde a Sorocabana havia chegado em 1905, até Presidente Alves, em setembro de 1906. Em janeiro de 1907 atingia Lauro Müller, em 1908 Araçatuba e em 1910 atingia as margens do rio Paraná, em Jupiá, de onde atravessaria o rio, de início com balsas, para chegar a Corumbá, na divisa com o Paraguai, anos depois. O trecho entre Araçatuba e Jupiá, que até 1937 costeava o rio Tietê em região infestada de malária, foi substituído nesse ano por uma variante que passou a ser parte do tronco principal, enquanto a linha velha se tornava o ramal de Lussanvira. Em 1957, a Noroeste passou a fazer parte da RFFSA. Transportou passageiros até cerca de 1995, quando esse transporte foi suprimido. Em 1996, a RFFSA deu a concessão da linha para a Novoeste, que transporta cargas até hoje.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi aberta em 1906, com o nome de Lauro Müller, homenageando o ministro da Viação da época, que havia participado da inauguração do primeiro trecho da linha. A estação era então o seu ponto extremo. "A estação foi entregue ainda inconclusa e se localizava logo após a fazenda da Faca, de propriedade do coronel Joaquim de Toledo Piza. Lauro Muller era ministro da Viação e estava presente na viagem inaugural de 27/09/1906, juntamente com o presidente do Estado, Jorge Tibiriçá e vários deputados" (Nilson Ghirardello, "À beira da linha", Unesp, 2002). Foi entregue para o tráfego definitivo em 14/01/1907. "No km 92, a estação de Lauro Muller, centro de
ACIMA: Flagrante tomado em 1937 na plaaforma da estação (Acervo Municipal de Avaí). ABAIXO: Provável localização da estação em 2011 (Google Maps, contribuição Daniel Gentili).

diversas pequenas lavouras
" (Breve Histórico sobre a E. F. Noroeste do Brasil, Sylvio Saint Martin, junho de 1913). Era um galpão de madeira, substituído em 1922 por uma estação de alvenaria, bem no estilo das outras da Noroeste. Até os anos 1940 manteve o nome, que foi depois trocado para Ministro Calmon. Com a construção da variante de Pirajuí, foi construída uma nova estação nessa linha, entregue em 8 de setembro de 1948. A velha

ACIMA: Mapa interessante que mostra as linhas da Noroeste do Brasil na região de Pirajuí e Guarantã, com a variante de 1948 (à direita) e a linha original que seria retirada (à esquerda). A posição da estação de Lauro Müller está muito clara na linha velha Porém, não se vê sua versão "nova" na variante, que seria a estação de Miguel Calmon (Mapa de fonte desconhecida, acervo Daniel Gentili).
.
estação desapareceu. Em 1970 a nova estação foi rebaixada a parada pela Noroeste, com a queda de movimento da estação. Em 1977 ainda se registravam nos guias paradas do trem na estação. Com relação à estação velha, parece não haver nada lá hoje em dia e o acesso é muito difícil por causa de fazendas e porteiras. Cássio M. Cardozo de Mello Filho confirma em 2011: na estação de Miguel Calmon nada existe hoje a não ser alguns vestígios de trilhos e pedras (britas). Já da nova estação, na variante, nada se fala: parece ter sido demolida já há muito tempo.
(Fontes: Cássio M. Cardozo de Mello Filho; Daniel Gentili; José H. Bellorio; Folha da Manhã, 1948; UNESP, 2002; Sylvio Saint Martin: Breve Histórico sobre a E. F. Noroeste do Brasil, junho de 1913; Nilson Ghirardello: À beira da linha, 2002; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Inauguração da estação, em 1906. Autor desconhecido

Estação de Lauro Müller em 1919, ainda de madeira. Foto cedida por José H. Bellorio

A nova estação de Lauro Müller, em 1922. substituindo a anterior. Foto cedida por José H. Bellorio

A estação, talvez anos 1930. Autor desconhecido

Estação de Miguel Calmon, em 1948, construída na nova variante de Pirajuí. Foto cedida por José H. Bellorio
 
     
Atualização: 26.01.2014
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.