A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Sobradinho
Preá
Stevenson
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1940-1970)
PREÁ
Município de Araguari, MG
Linha do Catalão - km 761,832 (1940)
  MG-2541
    Inauguração: 06/1940
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1940 (já demolida)
 
HISTORICO DA LINHA: A linha do Catalão foi construída entre 1888 e 1889 até Uberaba, tendo chegado em 1895 a Uberabinha (Uberlândia) e 1896 a Araguari. Continuação da linha do Rio Grande a partir da estação de Jaguara, às margens do rio Grande e já em território mineiro, a idéia da Mogiana era alcançar Catalão, em Goiás (daí o nome) e dali seguir para Belém do Pará, coisa que nunca aconteceu. Na verdade, a E. F. de Goiás acabou por construir esse trecho, chegando até Goiânia e Brasília. Em 1915, o ramal de Igarapava foi prolongado para além de Igarapava de forma a alcançar a linha do Catalão um pouco antes de Uberaba, em Rodolfo Paixão. A nova linha provou ser mais econômica do que o trecho da linha do Catalão entre o rio Grande e Uberaba, trecho este que foi abandonado definitivamente em 1976, depois de ser separado da linha do Rio Grande em 1970 por causa da construção da represa de Jaguara. O trecho a partir de Uberaba foi, então, incorporado ao ramal de Igarapava e, em 1979, totalmente retificado a partir de Ribeirão Preto até Araguari. Trens de passageiros percorreram o trecho até 1979 e depois o trecho retificado até 1997, quando foram suprimidos, já pela Fepasa.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Preá foi inaugurada em 1940. Foi transformada pela Mogiana em parada em 1968. Em 1970, com a desativação do trecho original entre as estações de Ômega e Araguari, foi definitivamente desativada. Não havia mais nenhuma referência a ela em 1986. "O prediozinho fica às margens do rio Araguari, e os vários pescadores da região aproveitaram-no, abandonado e semidestruído, fazendo uma varanda e um telhado, transformando o local em "centro de apoio aos pescadores", que não sei se funciona porque não tinha ninguém para falar alguma coisa" (Giselle Mattos, Uberlândia, MG). Esse prédio era na verdade não a estação, já demolida, mas o de casa de chaves do pátio. "A foto abaixo mostra a casa do guarda-chaves do lado de Uberlândia. Existia outra igual, mas do lado de Araguari. Alguns
ACIMA: No final dos anos 1960, o trem da Mogiana cruza a ponte velha sobre o rio Araguari. À esquerda, a estação de Preá. À direita da ponte, talvez a casa do guarda-chaves (ver ao pé da página) (acervo Gustavo Roberto, cessão Pedro Paulo Resende). ABAIXO: Na foto, tirada do mesmo local da foto de Roberto Fonseca Dias (abaixo, no pé da página) , dá para ver, na margem do lado direito, os antigos bambuzais (agora mortos) que eram usados para escorar os aterros. O pátio da estação ficava naquela região (Glaucio Henrique Chaves, 02/2009).

metros adiante, existia o prédio da estação do Preá. Havia também uma vila ferroviária, que foi engolida pela floresta
" Glaucio Henrique Chaves, 2006). Os edifícios dos guarda-chaves e todos os outros vestígios foram destruídos essa ano (2006) para a construção de uma usina hidrelétrica particular. Em agosto de 2006, o prédio da casa de chaves já não existia mais. Foi demolida, pois será submergida pelas águas da represa da Usina de Capim Branco. Ainda podiam ser vistas em 2006 as ruínas de sua plataforma. Notar na foto abaixo o corte das árvores onde o nivel da água atingirá em breve e também os pilares da ponte e do antigo leito da Mogiana. A estação de Sobradinho, por se situar em uma cota mais alta, não será atingida. Coordenadas da estação do Preá: 18°45'22.04"S 48°15'59.10"W
(Fontes: Roberto Fonseca Dias, 08/2006; Giselle Matos, 2003; Gustavo Roberto; Pedro Paulo Resende; Glaucio Henrique Chaves; Mogiana: relatórios anuais, 1930-69; FEPASA: relatório de Instalações Fixas, 1986)
     

Casa de chaves da estação de Preá em 02/2003 (veja texto). Foto Giselle Mattos, 2003

Logo após este pontilhão por onde passava a antiga linha, desativado em 1970, ficava a estação de Preá. Foto Roberto F. Dias em 2006

O local da estação (ao fundo, à direita do rio), já demolida, vista da ponte da variante. Foto Roberto Fonseca Dias em 2006

Plataforma da estação de Preá, em 2006. Foto Glaucio H. Chaves
   
     
Atualização: 25.08.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.