A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Indice do MS
...
Carandazal
Posto km 1250
Agente Inocêncio
...
 
 
E. F. Noroeste do Brasil (1941-1975)
RFFSA (1975-1996)
POSTO KM 1250
Município de Corumbá, MS
Linha-tronco - km 1229,119 (1959)   MS-1632
  Inauguração: 10.04.1941
Uso atual: n/d   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Itapura a Corumbá foi aberta a partir de 1912, entrte Jupiá e Agua Clara e entre Pedro Celestino e Porto Esperança, deixando um trecho de mais de 200 km entre as duas linhas esperando para ser terminado, o que ocorreu somente em outubro de 1914. A partir daí, a linha estava completa até o rio Paraguai, ao sul de Corumbá, em Porto Esperança; somente em 1952 a cidade de Corumbá seria alcançada pelos trilhos. Logo depois da entrega da linha, em 1917, a ferrovia foi fundida com a Noroeste do Brasil, que fazia o trecho inicial no Estado de São Paulo, entre Bauru e Itapura. E em 1975, incorporada como uma divisão da RFFSA, foi finalmente privatizada sendo entregue em concessão para a Novoeste, em 1996.
 
A ESTAÇÃO: O posto do km 1250 (também chamado de Chave do km 1250) foi inaugurado em 1941. O seu nome, diferente da quilometragem em 1959, se deve à quilometragem inicial da ferrovia, antes das retificações. Posto construído em madeira, provavelmente como todos os outros postos telegráficos, vários deles construídos nessa época. Como muitas das estações do trecho entre Campo Grande e Porto Esperança, por muito tempo a estação não dispôs de água potável, obrigando a NOB a deslocar semanalmente uma composição de vagões pipa para abastecimento. Em 1979 ainda estava conservado ao lado da linha.
     

O posto do km 1250 em 1976. Foto José H. Bellorio
   
     
     
Atualização: 11.06.2005
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.