A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Índice de estações
...
Gameleira
Mogeiro
Lauro Müller
...

Ramal de C. Grande-1958
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
 
Great Western do Brasil (1907-1950)
Rede Ferroviária do Nordeste (1950-1975)
RFFSA (1975-1997)
MOGEIRO
Município de Mogeiro, PB
Ramal de Campina Grande - km 164 (1960)   PB-3662
    Inauguração: 02.10.1907
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Campina Grande teve seu primeiro trecho entregue em 2 de outubro de 1907, entre a estação de Itabaiana, na linha da Great Western que ligava Recife a Natal, e a cidade paraibana de Campina Grande. Do outro lado do Estado da Paraíba, entre 1923 e 1926, a Rede de Viação Cearense alcançava a cidade de Souza, partindo de sua linha-tronco que ligava Fortaleza a Crato, no Ceará, a partir da estação de Arrojado. De Souza, a RVC avançou até Pombal (1932) e depois a Patos (1944). O trecho de 164 km entre Patos e Campina Grande somente seria entregue ao tráfego em 1958, e era justamente esta a linha que ligava o Nordete Ocidental ao Oriental, ou seja, o Ceará ao resto do Brasil. Hoje este ramal é um dos mais movimentados, em termos de cargueiros, do Nordeste, ligando Recife a Fortaleza e dali a São Luiz do Maranhão. O tráfego de passageiros no ramal foi desativado nos anos 1980.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Mogeiro foi inaugurada em 1907 pela

Great Western, no trecho Itabaiana-Campina Grande. Foi demolida completamente ainda nos anos 1990. Praticamente nada do prédio restou, apenas na sua frente uma caixa d'água que abastecia as antigas locomotivas, construída muitos anos depois da estação com um depósito subterrâneo de água.

Em 1907... Mogeiro - um povoado, que como o primeiro, fica a uma certa distância da estação. O mesmo quadro de Lauro Muller: a plataforma da estação cheia de matutos, com reboliço ensurdecedor, no desejo ardente de conhecer um vapor de terra, como ouvimos dizer. Boquiabertos, de braços cruzados, em pé no calçamento da gare, olhavam com uma certa desconfiança para o interior dos carros, vendo ali passageiros amontoados sobre outros, e uns sentados nas próprias maletas de viagem, maldizendo a hora da viagem, o cansaço da mesma. Bem construída é a estação de Mogeiro. Como a de Lauro Muller, elegante, é provida de conforto necessário ao respectivo encarregado e chefe, o sr. Tertuliano de Oliveira. Poucos minutos de demora ahi tivemos, saindo em direção ao Ingá (Retalhos Históricos de Campina Grande: http://cgretalhos. blogspot.com).
(Fontes: Jônatas Rodrigues, 05/2006; http://cgretalhos. blogspot.com; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-84; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Estação de Mogeiro, desenho de Jonatas Rodrigues em 2007
     
     
Atualização: 06.09.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.