A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Guimarães Carneiro
Jacarezinho
Costa Júnior
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
C. E. F. São Paulo-Rio Grande (1930-1942)
Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (1942-1975)
RFFSA (1975-1996)
JACAREZINHO
Município de Jacarezinho, PR
Ramal do Paranapanema - km 190,591 (1936)   PR-0776
Altitude: 436 m   Inauguração: 05.10.1930
Uso atual: Casa da Cultura (2017)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1935
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha do Paranapanema, construída para evitar o "perigo paulista", ou seja, a exportação de mercadorias do Norte Velho do Paraná via E. F. Sorocabana pelo porto de Santos, teve o primeiro trecho inaugurado em 1915, ligando Jaguariaíva, na Itararé-Uruguai, a São José, atual Calógeras. Seu prolongamento acabou se arrastando até 1937, quando alcançou a já existente E. F. São Paulo-Paraná e por ela alcançou por tráfego mútuo a cidade de Ourinhos, em São Paulo. Depois da abertura da linha Apucaranas-Uvaranas, em 1975, o ramal entrou em decadência por ter uma linha obsoleta e cheia de curvas. O último trem de passageiros (Trem do Norte, mais tarde "Trem da Miséria", rodou em junho de 1979. Em 2001, o tráfego de cargueiros foi suspenso pela ALL e hoje apenas esporádicos autos de linha passam pela linha, praticamente abandonada em toda a sua extensão.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Jacarezinho foi inaugurada em 1930; a estação definitiva foi construída em 1935.

Foi desativada em 1979 - pelo menos foi esse o ano em que o último trem de passageiros passou -, em 1997 o prédio já era um museu, cuidado por um senhor que ali morava. Logo depois, foi abandonada.

"A estação está em condições razoáveis, ao menos por fora. Por dentro, no hall principal chovia mais que no lado de fora, devido à defeitos no telhado. Há escoras precárias tentando segurar o teto, mas se nada for feito em breve, despenca tudo. Impressiona a quantidade de armazéns no entorno da estação, cada um com seu leito desocupado de ramal ferroviário" (Douglas Razaboni, 01/2003).

Em agosto de 2013, depois de anos de abandono, a estação foi entregue restaurada. Nenhum trabalho fantástico, mas estava pelo menos apresentada e neste instante livre do vandalismo. A conservação agora estava a cargo da Prefeitura.

ACIMA: Em 1997 a estação de Jacarezinho ainda estava bem conservada, com um senhor morando ali e responsável por uma espécie de museu ferroviário (Foto Carlos Roberto de Almeida, 28/12/1997).

ACIMA: Belas casas de turma geminadas, típicas da RVPSC no período dos anos 1930 no pátio ferroviário de Jacarezinho. ABAIXO: O hall da estação, abandonado com todo o resto do prédio (Fotos Daniel Gentili, maio 2009).

(Fontes: Steen Larsen; Douglas Razaboni; Celso Rossi; Fabio Vasconcellos; Daniel Gentili; ABPF-Paraná; RVPSC: Horário dos Trens de Passageiros e Cargas, 1936; RVPSC: Relatórios anuais, 1920-60)
     

Construção de estação de Jacarezinho, em 1935. Foto dos relatórios da RVPSC

Construção de estação, casa do guarda-chaves, de pernoite e do agente, em 1935. Foto dos relatórios da RVPSC

A estação, nos anos 1980. Foto do acervo da ABPF-Paraná

A estação, nos anos 1980. Foto do acervo da ABPF-Paraná

A estação em 01/2003, Foto Douglas Razzaboni

A estação em 01/2003, Foto Douglas Razzaboni

A estação em 01/2003, Foto Douglas Razzaboni

A estação em 5/2009. Foto Daniel Gentili

A estação em 5/2009. Foto Daniel Gentili

A estação de Jacarezinho restaurada. Foto Celso Rossi, agosto de 2013

A estação em 01/2017. Foto Steen Larsen
 
     
Atualização: 20.01.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.