Estados do Paraná/Santa Catarina
RVPSC - Ramal de Rio Negro

HISTÓRICO DA LINHA: O ramal de Rio Negro foi construído pela E. F. Paraná entre 1891 e 1894, para ligar a linha Curitiba-PontaGrossa ao rio Iguaçu na cidade de Rio Negro, a partir da estação de Serrinha, e, de 1914 para a frente, da estação de Engenheiro Bley. Em 1913, com a construção da linha do São Francisco, ligando Porto União a Mafra e ao porto de São Francisco, em Santa Catarina, o ramal cruzou o rio para se unir à estação de Mafra, no lado catarinense. No final dos anos 60, a linha foi remodelada em quase toda a sua extensão, passando a ligar Engenheiro Bley a Mafra pelo oeste da linha original. Com isso praticamente todas as estações foram desativadas e seus trilhos retirados. Hoje essa variante nova faz parte do Tronco Principal Sul.
Engenheiro Bley Entroncamento com a linha Curitiba-Ponta Grossa  
 
 
Linha original (1892/5-1952/64) Variante Eng. Bley-Mafra (1952/64-2009)
Ponte no ramal de Rio Negro, em 1935. Foto dos relatórios da RVPSC
 
Lapa Lapa-nova    
Lavrinhas Rio da Varzea-nova  
Rio da Varzea  
Campo do Tenente Rio Negro-nova
Ponte do antigo ramal, próxima a Campo do Tenente, já sem os trilhos, em 2002. Foto Rafael Kalinowski
 
Roseira  
Rio Negro  
Mafra (1913) entroncamento com a linha Mafra-Lages-General Luz  
     
     
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.