A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Presidente Wenceslau
Quilômetro 867
Caiuá
...

Tronco EFS - 1935

...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Sorocabana (c.1939-1971)
FEPASA (1971-1998)
QUILÔMETRO 867
Município de Presidente Wenceslau, SP
Linha-tronco - km 867 (1939) (*); km 811 (1960) (**)   SP-4086
Altitude:   Inauguração: c.1939
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
(*) As quilometragens foram alteradas em 1928, devido às retificações feitas entre São Paulo e Iperó neste ano e em 1953, (**) devido às retificações feitas entre Conchas e Manduri neste ano.
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Sorocabana foi fundada em 1872, e o primeiro trecho da linha foi aberto em 1875, até Sorocaba. A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999, quando foram suprimidos pela concessionária Ferroban, sucessora da Fepasa. A linha está ativa até hoje, para trens de carga.
 
A ESTAÇÃO: O posto já aparecia em 1942 nos relatórios da EFS, embarcando e desembarcando passageiros. Nessa época, o km 867 estava entre Presidente Wenceslau (então km 857,234) e Caiuá (então km 875,322).

Depois das retificações da eletrificação da Sorocabana até Assis, nos anos 1950, houve uma redução na quilometragem em 47 km.

Em 1951, embarcaram 14.112 passageiros no posto.

As quilometragens das estações de Presidente Wenceslau já era 830,275 e de Caiuá, 848,363. A linha-tronco inteira já tinha 863,150 km, menos do que em 1939, claro.

E nos anos seguintes, baixou para 843. Então, a marca quilométrica do posto 867 já era, em 2007, km 811 (ver foto abaixo).

O posto já foi demolido.

Ali há restos de peças de porcelana de fabricação 1939 e tijolos com a marca da quilometragem 866 e alguma coisa... prova de que o posto realmente foi construído na quilometragem que lhe dá o nome e por volta de 1939, 1940.

"De carro não é possível ver, por exemplo, o Posto do Km 867, vindo de Caiuá para Venceslau. O local guarda características importantes como essa peça de 1939 que procurei esconder no mato para que não seja ainda mais danificada. Existem datas no local... Isso é importante. Os acabamentos de pedreiro são impressionantes. Bem caprichados! Fiquei impressionado como encontrei aquele lugar, com aquele poço ainda profundo. O posto do Km 867 é o que mais me deixou encucado. Vinha eu, calmamente, cansado, e poderia parar em qualquer lugar. Distraído, absorto e poderia para em qualquer lugar. Parece que algo me levou até lá. Sentei, descansei, tomei água e só depois percebi onde estava. Mais um instante não o teria achado mais" (Paulo Francis Jr., 5/11/2007).

ACIMA: Ao lado da plataforma deserta e arruinada, a linha parece levar ao infinito. ABAIXO, sentido horário, a partir da esquerda: marco quilométrico 811, junto ao posto; tijolo com a marca da quilometragem original (866 e algo); o poço, ainda existente; e a porcelana de 1939 (Fotos Paulo Francis Jr., 2007).

(Fontes: Paulo Francis Jr.; E. F. Sorocabana: relatórios anuais, 1920-69; www.prudensite.com.br; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     
Ao lado, Paulo Francis Jr. sentado sobre a plataforma do posto, já sem qualquer desvio e sem construção alguma. Foto de 2007
     
     
Atualização: 27.08.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.