A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Capivari
Rafard
Leopoldina
...

seção Ituana - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 1998
...
 
Cia. Ytuana (1876-1892)
Cia. União Sorocabana e Ytuana (1892-1907)
Sorocabana Railway (1907-1919)
E. F. Sorocabana (1919-1971)
FEPASA (1971-c.1990)
RAFARD (antiga VILLA RAFARD)
Município de Rafard, SP
Ramal de Piracicaba - km 194,845   SP-2252
Altitude: 508 m   Inauguração: 1876
Uso atual: Departamento de Cultura e Turismo   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1906
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Piracicaba foi construído pela Cia. Ituana a partir de 1873, partindo da estação de Itaici, na linha, também da Ituana, entre Jundiaí e Itu. Em 1892, houve a fusão com a Sorocabana, formando a Cia. União Sorocabana e Ytuana (CUSY). Em 1893 o ramal chegou a São Pedro, ponto terminal, 58 km à frente de Piracicaba, onde havia chegado em 1877. A Ituana foi definitivamente incorporada pela Sorocabana em 1905, com a compra da CUSY pelo grupo americano de Percival Farquar. O ramal - algumas vezes chamado também de ramal de São Pedro - teve o trecho final, entre Piracicaba e São Pedro, suprimido em 1966 e seus trilhos foram retirados em 1969. O tráfego de passageiros entre Itaici e Piracicaba acabou em 1976, enquanto trens de carga continuaram trafegando cada vez menos até meados dos anos 1980. Por volta de 1990, os trilhos, já abandonados, foram retirados pela agora FEPASA.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Villa Rafard, inaugurada em 1876, foi totalmente reconstruída em 1899 e, depois, em 1906. Foi construída especificamente para atender a usina de açúcar a seu lado. Há uma fonte que aponta a sua inauguração somente em 1903, o que é errôneo, visto aparecer em relatórios anteriores da Sorocabana. No dia 1o de julho de 1934, o nome da estação foi alterado para Rafard. Ao lado da estação, que hoje serve de restaurante, está a Usina Rafard, responsável pela existência da

ACIMA: Mapa da linha do ramal de Piracicaba em 1960, época em que Rafard ainda fazia parte do município de Capivari. Reparar nos dois ramais que saíam da estação (CLIQUE SOBRE A FIGUDA PARA AMPLIÁ-LA) (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XI, 1960).
estação e, depois, como conseqüência, da própria cidade, que se emancipou de Capivari em 1958. Dessa estação saíam também pelo menos dois ramais ferroviários de usinas locais. O prédio da estação, depois de anos de abandono, em 1998 estava funcionando como restaurante. Depois de ser abandonada novamente por um bom tempo, em 2006, restaurada, estava funcionando como o Clube de Autos Antigos Capivary. Em 2008 parecia que havia mudado: "A Estação de Rafard , depois de desativada, já serviu para quase tudo. Atualmente ali está instalado o “Departamento de Cultura e Turismo” da Prefeitura. O prédio está bem conservado. Também há a pequena locomotiva de n.º 10 “Davenport” para compor a paisagem" (Carlos Roberto de Almeida, 30/1/2008).
(Fontes: Ralph Mennucci Giesbrecht, pesquisa local; José Pinto Siqueira Jr.; Adriano Martins; Claudio Anacretto; Carlos Roberto de Almeida; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XI, 1960; www.rafard.sp.gov.br; E. F. Sorocabana: relatórios, 1872-1969; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Rafard, em 1980, ainda servindo a uma linha operacional apenas para cargas. Foto José Pinto
Siqueira Jr.

A estação, como restaurante, em 2/4/1998. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

A estação, em 2/4/1998. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

A estação, em 2/4/1998. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

O restaurante fechou e a estação está abandonada, em 05/2003. Foto Adriano Martins

A estação em 2006. Foto do site www.rafard.sp.gov.br

A estação em 2008. À frente, uma locomotiva Davenport. Foto Carlos R. Almeida
   
     
Atualização: 18.05.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.