A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Igaçaba
Rifaina
Jaguara (MG)
...

Linha do Rio Grande-1935
 
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1888-1970)
RIFAINA
Município de Rifaina, SP
Linha do Rio Grande - km 490,256   SP-1660
    Inauguração: 05.03.1888
Uso atual: submersa   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1888?
 
HISTORICO DA LINHA: A Linha do Rio Grande foi inaugurada em seu primeiro trecho em 1886, e em dois anos (1888), já chegava a Rifaina, onde cruzava o rio Grande e mudava o nome para Linha do Catalão, que por sua vez chegou a Uberaba já no ano seguinte. Em 1970, as duas linhas foram seccionadas, com a construção da barragem de Jaguara. O trecho a partir de Pedregulho foi extinto, e logo depois, o trecho a partir de Franca também o foi. Em 1977, os trens de passageiros deixaram de circular, e em 1980, passou o último trem de carga. Em 1988, seus trilhos foram arrancados. Em 1990, foram recolocados os trilhos no trecho entre Pedregulho e Rifaina, constituindo-se a E. F. Vale do Bom Jesus, com fins turísticos.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Rifaina foi aberta em 1888. Ela era a última estação em território paulista, antes da estação de Jaguara, que era o final da linha do Rio Grande, em Minas. "Meu avô, Lodovico Toniato, quando veio da Itália em 1.891, ele se estabeleceu na região da linha do Rio Grande, entre Igaçaba e Rifaina. Inclusive, esta linha fazia divisa de sua propriedade, da qual ele tinha um desvio, onde ele carregava os vagões de café e também supria a ferrovia com lenha. Estou juntando vários documentos dele, para mostrar as futuras gerações de nossa familia, o desempenho e a criatividade que lhe era peculiar" (Nicolau Toniato, 06/2007). "Eu era o chefe da estação, em Rifaina, e costumava tomar banho no rio Grande, lá perto da balsa, no intervalo da passagem dos trens sobre a ponte. Não havia ainda a ponte rodoviária" (Hélio Fávaro, Jardinópolis, 10/04/2000). A estação permaneceu ativa até que, em 1 de julho de 1970, foi fechada, com a supressão do trecho Pedregulho a Jaguara. Logo em seguida, construiu-se a represa da Usina de Jaguara, no rio Grande. Tal fato resultou na inundação da área da estação, que ficou submersa, assim como os trilhos do velho tronco da Mogiana, cortando a linha abandonada em duas. Os trilhos foram logo retirados. Porém, em 1990, com a construção da "Estrada de Ferro Vale do Bom Jesus", com fins turísticos, a partir de Pedregulho, uma nova estação foi construída, como uma réplica da original, mas, obviamente, em um ponto diferente do original. (ver também Rifaina-nova)
     

Rifaina (1910), Álbum da Mogiana, Museu de Jundiaí


     
     
Atualização: 08.08.2010
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.