A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Oscar Nelson
São Rafael
Jurucutu
...

EFCRN - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
E. F. Central do Rio Grande do Norte (1956-1950)
RFN (1950-1975)
RFFSA (1975-1996)
SÃO RAFAEL
Município de São Rafael, RN
Linha tronco da EFCN - km 235 (1960)   RN-3973
Altitude: 48 m   Inauguração: 12.01.1956
Uso atual: submersa   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1949?
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha da E. F. Sampaio Correia foi aberta em 1906 até a estação de Itapassaroca. Posteriormente foi estendida até Taipu (1907), Baixa Verde (1910), Pedra Preta (1913), Itaretama (1918) e finalmente Oscar Nelson (1949) e São Rafael (1956). 43 anos para se construir uma linha de apenas 235 km que não ligava a nada. Nos anos 1980, os trens acabaram e nos 1990, os cargueiros. Ficaram somente os trens de subúrbio operados primeiro pela RFFSA e depois pela CBTU e que chegam somente a Ceará-Mirim, a 39 km de Natal. O resto da linha está abandonada.
 
A ESTAÇÃO: A estação de São Rafael foi inaugurada possivelmente em 1956. São Rafael foi não muito tempo mais tarde completamente submersa pela construção de uma barragem gigantesca (Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves) e a

ACIMA: A estação de São Rafael, anos 1950 (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XV11, 1960). ABAIXO: Localização da estação e sede da cidade em mapa publicado em 1960. Tanto ela como Jurucutu estavam às margens do rio Piranhas, rio intermitente devido às secas constantes. A linha para Jurucutu provavelmente acompnahava o rio sem cruzá-lo e foi construída supostamente durante os anos 1960, tendo durado pouco (IBGE: Enciclopedia dos Municípios Brasileiros, vol. V, 1960).
população deslocada para uma nova cidade. O prédio da estação, assim como todas as casas, foi demolido antes da inundação. Nessa época (final dos anos 1980) a linha Lajes-Jurucutu já não funcionava havia um bom tempo. "(Em 2013) a barragem Armando Ribeiro Gonçalves está com 46% da capacidade e portanto São Rafael velha ficou visível novamente. Sobrou muito pouco (a cidade era quase inteiramente de taipa), até a torre da igreja (símbolo da cidade, ela ficava com o topo fora d'água) desabou. Deu para ver a plataforma da estação e o resto da estrutura de um britador instalado pelo Batalhão de Engenharia e Construção do Exército, construtor da linha. Conversei com um senhor que morou na cidade velha (Sr. Antônio Vitorino de Souza) e que contou que a linha chegou em São Rafael em 1958 (a data exata é 12 de Janeiro de 1956 - depois conto como cheguei nessa figura).

ACIMA: Aqui ficava a estação de São Rafael. Fora da água em 2013 por causa da seca, pode-se ver a plataforma (Foto Nicholas Burman).
Segundo ele, a linha só foi aberta ao tráfego até São Rafael; o resto da linha até Jucurutu ficou apenas no leito (visível até hoje no Google Earth) e a obra paralisou na localidade de Oiti, na divisa entre Jucurutu e São Rafael - se bem que no Google Earth é possível se acompanhar o traçado até a periferia de Jucurutu. Eu vi o leito nos dois lados do municipio, só o norte (entre S. Rafael e Angicos) ainda tem restos do lastro original (!) no leito, o lado sul está pelado. A mesma fonte informa que o último trem passou em 1962. A ideia segundo ele era chegar até Caicó. Apesar de ser terreno fácil para construção de ferrovias, foi uma senhora obra - todos os cortes tiveram que ser abertos em rocha...alguns trechos foram incorporados em estradas vicinais
" (Nicholas Burman, 18/4/2013).
(Fontes: Nicholas Burman; Valdeques Junior; Wagner Rodrigues; Roosevelt Reis; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XV11, 1960; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Detalhe da estação na
mesma foto anterior.
Foto Wagner Rodrigues


A estação em meados dos anos 1980. Foto
Wagner Rodrigues


A estação. Sem data. Foto Valdeques Junior
     
Atualização: 04.07.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.