A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Estações de Minas Gerais
...
RMV-Cruzeiro-Juréia
...
Arenito
Conceição do Rio Verde
Gonçalinho
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D

...
 
E. F. Minas e Rio (1884-1910)
Rede Sul-Mineira (1910-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)
CONCEIÇÃO DO RIO VERDE
Município de Conceição do Rio Verde, MG
Linha Cruzeiro-Juréia - km 125,904 (1960)   MG-1324
    Inauguração: 14.06.1884
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Cruzeiro-Tuiuti (depois Juréia) era originalmente parte da E.F. Muzambinho, que iniciou as atividades em 1887, entre Três Corações e Muzambinho, e parte da E. F. Minas e Rio, que operava o trecho Cruzeiro-Três Corações desde 1884, e que em 1908 incorporou a Muzambinho. Em 1910, esta foi uma das formadoras da Rede Sul-Mineira, que por sua vez formou a Rede Mineira de Viação, em 1931. Em 1965 esta formou a Viação Férrea Centro Oeste e foi finalmente transformada em divisão da Refesa em 1971. Na linha que unia a estação de Cruzeiro, no ramal de São Paulo da EFCB, a Juréia, terminal do ramal de Juréia, da Mogiana, o trecho final entre esta estação e Varginha já não tem mais seus trilhos. Os trens de passageiros foram suprimidos em 1966 entre Varginha e Juréia e em 1983 entre Cruzeiro e Três Corações. De 1997 ao fim de 2001, operaram trens turísticos da ABPF a vapor entre Cruzeiro e Passa-Quatro e hoje esses trens trafegam entre o túnel (Estação Cel. Fulgencio) e Soledade de Minas. Cargueiros da FCA utilizaram a linha Três Corações-Varginha até cerca de 2010.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Conceição do Rio Verde foi aberta em 1884; era uma das originais da linha primitiva. O seu nome primitivo era Contendas. Em 2010, mais cento e vinte anos passados, está abandonada. "Consta que o Brasil possui apenas 2 basílicas, sendo uma em Aparecida e a outra em Conceição do Rio Verde. Trata-se

ACIMA: Mapa da ferrovia na região de Conceição do Rio Verde, mostrando que a estação fica afastada do centro da cidade. O mapa é de 1947 (Mapa publicado na Revista Brasileira de Geografia, outubro-dezembro de 1947, p. 522).
da Basílica Menor. Já pelos lados da estação, os trilhos brotando da terra na vala de enxurrada denunciam que o asfalto passou por cima dos mesmos há tempos. A estação está totalmente abandonada e depredada, mas ainda em pé
" (Douglas Razaboni, 07/2004).
(Fontes: Cassio Paulo Fernandes; Carlos Roberto de Almeida; Bruno Campos; Douglas Razaboni; IBGE: Revista Brasileira de Geografia, 1947; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

A estação e o trem em 1983. Acervo Cassio Paulo Fernandes

A estação de Conceição do Rio Verde, em 1993. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação de Conceição do Rio Verde, em 1993. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação de Conceição do Rio Verde, em 1993. Foto Carlos Roberto de Almeida

A estação em 07/2004. Foto Douglas Razaboni

Pátio da estação em 07/2004. Foto Douglas Razaboni

A estação em 07/2004. A plataforma já desapareceu no meio do mato. Foto Douglas Razaboni

A estação abandonada em 2010. Foto Bruno Campos
 
     
Atualização: 07.06.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.