A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Engenheiro Gordilho
Santanense
Itaúnas
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. Oeste de Minas (1920-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)
SANTANENSE
Município de Itaúna, MG
Linha Belo Horizonte-Garças - km 796,044 (1960)   MG-3433
    Inauguração: 15.06.1920
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Belo Horizonte-Garças de Minas foi aberta entre 1911 e 1916 pela E. F. Oeste de Minas, ligando a capital a Garças, na época parte da E. F. Goiaz e situada na zona de mineração mineira, próxima a Goiás. Somente em 1920 foi construída a estação prórpia da EFOM na capital. A linha funciona até hoje para cargueiros, tendo sido na década de 1970 o seu início na capital fundido com a Linha do Paraopeba, da Central do Brasil. O seu trecho na região metropolitana de Belo Horizonte recebeu trens de subúrbio por muitos anos, e a partir dos anos 1990 passou a ter a linha do metrô acompanhando de perto a sua linha, que ficou somente para movimento dos trens cargueiros.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Santanense foi inaugurada em 1920. Segundo se conta na cidade, em 1950 um fardo de algodão na plataforma pegou fogo com as fagulhas de um trem a vapor que passava e o incêndio conseqüente destruiu a estação. Dois anos depois, reconstruída segundo o projeto original, voltou a funcionar. "Para minha surpresa a estação está abandonada, contudo a estrutura esta intacta. Nos fundos da estação há uma bela casa, provavelmente do chefe da estação. Há um pátio ferroviario em frente a estação. O acesso é bem fácil pois a mesma esta ao lado de uma avenida bem movimentada em Itauna" (Maxwell Zaidan, 08/2005). "Ao contrário do que aparece nas fotos de 2005, constantes do site, a estação em outubro de 2007 já está toda depenada e rapinada. Dentro nada sobrou, a rapaziada levou tudo. O que não foi levado está quebrado, destruído. Uma pena, é mais uma que, brevemente, estará reduzida a escombros. O curioso é que a Prefeitura de Itaúna preservou e transformou num museu a estação principal da cidade. Santanense não teve esta sorte" (Gutierrez L. Coelho, 27/10/2007).
(Fontes: Hugo Caramuru; Gutierrez L. Coelho; Pedro Rezende; Maxwell Zaidan; Tesouros do Brasil; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960)
     

A estação de Santanense em junho de 1990. Foto Hugo Caramuru

A estação em 2005. Foto Maxwell Zaidan

Placa de quilometragem na parede da estação em 2005. Foto Maxwell Zaidan

A estação em outubro de 2007. Foto Gutierrez L. Coelho

A estação já abandonada em 23/4/2011. A cobertura da plataforma ameaça cair. Foto Pedro Rezende
 
     
Atualização: 16.06.2011
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.