A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Afra
Falcão
Zelinda
...

...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
 
E. F. Oeste de Minas (1897-1931)
Rede Mineira de Viação (1931-1965)
V. F. Centro-Oeste (1965-1975)
RFFSA (1975-1996)
FALCÃO
Município de Quatis, RJ
Linha-Tronco - km 148,585 (1960)
  RJ-2116
Altitude: 514 m   Inauguração: 15.05.1897
Uso atual: abandonada   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da RMV foi construída originalmente pela E. F. Oeste de Minas a partir da estação de Ribeirão Vermelho, onde a linha de bitola de 0,76 chegou em 1888. A partir daí, a EFOM iniciou seu projeto de ligar o sul de Goiás a Angra dos Reis, passando por Barra Mansa por bitola métrica: construída em trechos, somente em 1928 a EFOM chegou a Angra dos Reis, na ponta sul, e no início dos anos 1940 a Goiandira, em Goiás, na ponta norte, e já agora como Rede Mineira de Viação. A linha chegou a ser eletrificada entre Barra Mansa e Ribeirão Vermelho, e transportou passageiros até o início dos anos 1990. Nos anos 1970, o trecho final norte entre Monte Carmelo e Goiandira foi erradicado devido à construção de uma represa no rio Paranaíba, e a linha foi desviada para oeste encontrando Araguari. Hoje (2003) a linha, já não mais eletrificada, é operada pela concessionária FCA.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Falcão foi inaugurada pela EFOM em 1897. Ficou isolada na linha Rio Claro-Passa Vinte até os anos 1910, quando esse trecho foi finalmente unido a Ribeirão Vermelho. "Um detalhe me chamou atenção assim que comecei a circundar a área da estação. Havía duas bandeiras vermelhas, uma delas colocada no alto de uma caixa d'água e a outra numa das laterais da estação. Pude averiguar que elas foram colocadas alí por um vizinho, por razões distintas. A da caixa d'água servia para espantar pássaros, os impedindo de fazer ninhos alí. Já na estação, a bandeira vermelha serviria de alerta tanto para turistas quanto crianças da vizinhança para o risco de queda de telhas" (Carlos Latuff, 02/2008). Coaraci Camargo ainda se lembra do antológico pastel feito pela esposa do chefe da estação de Falcão e vendido por meninos na plataforma - até o garçon comprava.
(Fontes: Jorge A. Ferreira; Guia Geral de Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 01/2003. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 01/2003. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 01/2003. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 2010. Foto Jorge A. Ferreira
   
     
Atualização: 23.04.2012
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.