A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Santana do Livramento
Armour
Palomas
...
Saída para o ramal de São Sebastião: Carolina
...

Mapa da linha - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
Cie. Auxiliaire (1917?-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1975)
RFFSA (1975-1997)
ARMOUR
Município de Santana do Livramento, RS
Linha Livramento-S. Sebastião-km 790,161 (1960)   RS-3792
Altitude: -   Inauguração: 20.06.1921
Uso atual: desconhecido   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha entre a estação do Entroncamento, na Porto Alegre-Uruguaiana, foi aberta entre 1909 e 1910. Por ela passou, entre 1943 e 1954, o lendário Trem Internacional, que unia São Paulo a Montevideu. Trens de passageiros ainda passaram pelo ramal até os anos 1980. Hoje apenas cargueiros da ALL passam pela linha.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Armour foi aberta em 1921. De acordo com Alfredo Rodrigues, fica próximo ao antigo Frigorífico Armour, que começou a funcionar em Livramento em 1920; atendia também passageiros, embora a razão real da existência da estação fosse o recebimento de gado e a exportação de carne. Sabe-se que foi aberta uma charqueada em 1904 em Livramento, e que, em 1917, foi comprado pela Companhia Armour, de Chicago, USA. A língua falada no frigorífico era a espanhola, mesmo depois de ter sido adquirida pelos americanos; a charqueada (saladero) tinha sido fundada por uruguaios. A estação ferroviária deve datar desta época, mas não consegui uma confirmação disto. Pelas relações de estações dos guias, a linha devia se bifurcar (para Cacequi e para São Sebastião) no pátio de Armour; também não tenho confirmação disto, mas a verdade é que o trem parava na estação tanto quando ia de Livramento para Cacequi quanto para São Sebastião. Como a linha de Livramento a Cacequi existia desde 1910, e a de Livramento a Dom Pedrito (antes de São Sebastião) desde 1946, supõe-se que a estação tenha sido basicamente erigida na linha mais antiga. O frigorífico fechou as portas em meados dos anos 1990. Existirá ainda a estação ou seu pátio? Hoje em dia (2006), apenas sobrevive a linha mais antiga, a outra foi erradicada. "Os trilhos do Ferro-Carril Central del Uruguay (bitola 1,435 m) chegavam até o Frigorífico Armour, de onde partia diariamente (pelo menos até os anos 1930) um trem frigorífico com destino ao porto de Montevideo. Este trem protagonizou em 1927 um dos maiores acidentes da história da ferrovia uruguaia, na estação de Berrondo (Uruguai). Além do frigorífico, entre Rivera e Livramento, existiam dois trens de carga diários. Em 1937 a FCCU vendeu à Armour a locomotiva B6, uma Falcon 2-6-0T de 1890, para realizar as manobras no frigorífico. Nos anos 1960 aproximadamente, a H22, uma 2-8-2T da AFE, fabricada pela Beyer Peacock em 1889, foi alugada pela AFE à Armour. Em Livramento, os trilhos passavam à frente da estação rumo ao frigorífico. Essa via foi erradicada" (Mario Marotti, 10/2006). A estação em 1993 ainda era um prédio de madeira, provavelmente original. Estará ela de pé em 2007?
(Fontes: Alfredo Rodrigues; Vitor Hugo Langaro; Vera do Prado Lima Albornoz: Santana do Livramento e Rivera, uma cidade só, bi-nacional, data desconhecida; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     


A estação Armour em 1993. Foto Alfredo Rodrigues


A estação Armour em maio de 2015. Foto Vitor Hugo Langaro
     
     
Atualização: 09.04.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.