A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Tamandaré
Bento Gonçalves
São Valentim
...

Mapa da linha-1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...
 
E. F. de Carlos Barboza a Bento Gonçalves (1919-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1975)
RFFSA (1975-1996)
Giordani Turismo (1996-)
BENTO GONÇALVES
Município de Bento Gonçalves, RS
Ramal de Bento Gonçalves - km 924,235 (1960)   RS-1173
Altitude: 671,98 m   Inauguração: 10.08.1919
Uso atual: estação de trens turísticos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1919
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal foi construído a partir da estação de Carlos Barbosa, na linha Porto Alegre-Caxias, pelo Governo do Estado em 1918, até Garibaldi, e até 1919, até Bento Gonçalves. Nos anos 1970, o ramal foi estendido até a estação de Jaboticaba, construída no Tronco Principal Sul (Lages-Vacaria-Roca Sales). Os trens de passageiros operaram até cerca de 1976 no trecho original, e alguns anos mais tarde uma empresa de turismo passou a fazer o trecho entre Bento Gonçalves e Jaboticaba com locomotivas a vapor, mas nos anos 1990 esses trens passaram a seguir apenas de Bento Gonçalves até Carlos Barbosa, como no ramal original. O restante do trecho foi abandonado até para cargas.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Bento Gonçalves foi inaugurada em 1919 como ponto final do ramal de Bento Gonçalves. Em 1969, o ramal

foi prolongado até Jaboticaba, entroncamento com o Tronco Principal Sul. O ramal foi desativado para passageiros por volta de 1976; os trens regulares nunca operaram além de Bento Gonçalves. No final dos anos 1970, a empresa Giordani Turismo passou a operar

ACIMA: O trem turístigo da Giordani na plataforma da estação de Bento Gonçalves, em 25/5/1996 (Foto Carlos R. Almeida). ABAIXO: A estação de Bento Gonçalves noo meio da cidade em 12/2011 (Foto Felipe Rodrigues).
uma linha turística de Bento Gonçalves até Jaboticaba; porém, em pouco tempo esse trem, que existe até hoje (2005) passou a operar apenas o ramal original, de Bento a Carlos Barbosa. O trecho novo foi abandonado mesmo pelos cargueiros. Hoje se fala em levar novamente os trens turísticos até Jaboticaba.
(Fontes: Carlos Roberto de Almeida; Felipe Rodrigues; Hermes Y. Hinuy; Marcelo Ferrari; Elaine Belini Ligero; Maiquel Simonaggio; Marília_; Folha de S. Paulo, 18/7/1961; Revista Ferroviária, 08/2000; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-1981)
     

A estação de Bento Gonçalves logo após sua abertura, em 1919. Acervo Maiquel Simonaggio, Bento Gonçalves, RS

A estação, c. 2000. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 110

A estação de Bento Gonçalves em 15/03/2002. Foto Hermes Y. Hinuy

Com um trem de passageiros turístico à sua frente, a estação de Bento Gonçalves em 15/03/2002. Foto Hermes Y. Hinuy

A estação de Bento Gonçalves em 03/2004. Foto Elaine Belini Ligero

A estação e o trem turistico, em 2006. Foto Marcelo Ferrari

A estação em 2006. Foto Marília
   
     
Atualização: 02.12.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.