A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Linha Bonita
São Salvador
Barão
...

Mapa das linhas em 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1909-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1975)
RFFSA (1975-1978)
SÃO SALVADOR
Município de Salvador do Sul, RS
Linha de Caxias - km 876,901 (1960)   RS-0685
Altitude: 486 m   Inauguração: 01.12.1909
Uso atual: Prefeitura (2013)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1909
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha Porto Alegre-Caxias foi aberta no trecho entre a Capital e São Leopoldo em 1874, como a primeira ferrovia do Estado. Em 1876 foi prolongada até a estação de Novo Hamburgo. Em 1905, a Cie. Auxiliaire assumiu a linha. Apenas em 1909 a linha teve continuação, partindo de Rio dos Sinos, 7 km antes de Novo Hamburgo e chegando até Carlos Barbosa, e, no ano seguinte, até Caxias (Caxias do Sul). Em 1920 a linha foi assumida pela VFRGS. Foi desativada nos anos 1980; o trecho até São Leopoldo foi retificado e serve hoje ao sistema Trensurb da Grande Porto Alegre (trens metropolitanos); entre Rio dos Sinos e Montenegro, a linha foi erradicada em 1963, substituída por uma variante; para a frente, existem trilhos ainda em alguns pedaços, mas oficialmente a ferrovia a partir de Montenegro foi extinta em 1994 pela RFFSA.
 
A ESTAÇÃO: A estação de São Salvador foi inaugurada em 1909 pela Cie. Auxiliaire. Em agosto de 1913, a estação passa a se denominar Campestre (*); o nome original foi restaurado algum tempo (quando?) depois. Desativada no final dos anos 1970, seus trilhos foram retirados e o prédio chegou a servir por algum tempo

ACIMA: A estação ainda ativa, possivelmente anos 1960 (http://historiasvalecai.blogspot. com.br/2013_09_01)
como centro ocupacional. O município se chama Salvador do Sul, mas a estação aparentemente manteve o nome de São Salvador até a sua desativação. Atualmente serve à prefeitura e está restaurada, embora pintada com cores de gosto duvidoso e que nada relembram a pintura dos tempos em que servia à estrada de ferro.
(Fontes: Vitor Hugo Langaro; http://historiasvalecai.blogspot.com.br/2013_09_01; *Revista Brazil Ferro-Carril, 31/08/1913; Revista Ferroviária, 08/2000; IPHAE: Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, 2002; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1940-81; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação, c. 2000. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 166

A estação em 10/2015. Foto Vitor Hugo Langaro
 
     
     
Atualização: 02.12.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.