A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Parobé
Taquara
Igrejinha
...

Linha de Canela - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
 
João Correa & Irmão (1903-1905)
Cie. Auxiliaire des Chemins de Fer au Brésil (1905-1920)
V. F. Rio Grande do Sul (1920-1964)
TAQUARA
Município de Taquara, RS
Linha de Canela - km 89 (1960)   RS-0687
  Inauguração: 15.08.1903
Uso atual: posto de gasolina   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1958
 
HISTORICO DA LINHA: A linha de Canela foi aberta no trecho entre Neustadt (Rio dos Sinos) e Novo Hamburgo em 1876, sendo, na verdade, na época, um prolongamento da Porto Alegre-São Leopoldo. Em 1903, foi prolongada até Taquara. A linha chegou em Canela, seu ponto terminal, somente em 1922, de onde passou a se trazer a madeira abundante na região. A demora deveu-se à dificuldade de construção do trecho de serra, onde em 48 km de linha se elevava de 30 m em Taquara até 830 em Canela. Em 11/03/1963, foi fechado o tráfego entre Taquara e Canela. No ano seguinte, a 16/11, fechou o trecho Novo Hamburgo-Taquara. Em 31/12/1966, o tráfego foi fechado no trecho restante, Rio dos Sinos-Novo Hamburgo. Em julho de 1967, já não existia mais nenhum sinal da velha linha de Canela.
 
A ESTAÇÃO: O decreto estadual 262 de 18/12/1899 dava a João Corrêa & Irmão e Augusto Carlos Legendre direito "à construção, uso e gozo de um tramway a vapor entre Novo Hamburgo e a Villa da Taquara do Novo Mundo". A estação de Taquara foi aberta em 1903 como ponta da linha dessa ferrovia. Dali para a frente começaria o trecho mais difícil, a subida da serra até Canela, que seria o prolongamento da estrada visando a madeira existente naquela região, 800 metros acima e 48 km à frente. Somente em 1922 os trens passariam de Taquara. "O trem entrava de ré na cidade - cerca de 1 km - e parava paralelo à Rua Tristão Monteiro. O que hoje é um posto de gasolina fica na parte da frente dessa rua, onde era antigamente a entrada da estação, e a parte de trás era onde o trem parava - ver a foto abaixo, de 2007" (Alex Juarez Müller, 02/2007). Por que o trem entrava de ré? Provavelmente

ACIMA: A estação de Taquara, junto ao depósito de máquinas. Era chamada de "estação Canelinha", porque ficava na linha de saída para Gramado-Canela. Anos 1950 (Acervo Antonio Carlos Teixeira de Souza Junior).


À esquerda, a locomotiva 534 em Taquara, em abril de 1964. ACIMA: Locomotiva 392 no depósito de locomotivas em Taquara, anos 1950 (Acervo Antonio Carlos Teixeira de Souza Junior).

porque a linha, quando prolongada até Canela, em 1922, não foi um prolongamento da linha que chegava à estação, mas sim de um ponto anterior a ela, por motivos provavelmente logísticos. Então, o trem tinha de manobrar para chegar à estação, embarcar e desembarcar pessoas e mercadorias, voltar (possivelmente não havia virador ou triângulo, por isso a entrada em ré e quase certamente, saída de frente) e retomar o percurso. Em 14/7/1958, foi entregue o novo prédio da estação, que foi desativado cinco anos depois, com o trem e o ramal em 1964. Incrível, construir-se um novo prédio para trabalhar apenas por 6 anos. Jogar dinheiro fora. Este prédio ainda está de pé, embora em mau estado e descaracterizado, sendo ocupado por um posto de gasolina. Entre 1963 e 1964 Taquara foi de novo estação terminal, até a supressão, em 16 de novembro deste último ano, da linha Novo Hamburgo-Taquara.
(Fontes: Antonio Carlos Teixeira de Souza Junior, 2009; Germano Oscar Moehlecke; Alex Juarez Müller, 2007; Centro de preservação da história da ferrovia no Rio Grande do Sul; Revista Ferroviária, 08/2000; Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, 2002; Relatório da VFRGS, 1958; Guias Levi, 1940-79; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação original de Taquara nos seus primeiros anos. Foto do livro Centro de preservação da história da ferrovia no Rio Grande do Sul,
pág. 30

A frente da estação nos anos 1920, à direita da foto. Cessão Alex Juarez Müller


A frente da estação por volta de 1930, à esquerda da foto, escondida atrás do prédio maior. Cessão Alex Juarez Müller


A plataforma da estação "nova" de Taquara, fotografada em 02/2007. Foto Alex Juarez Müller

Aqui era o ponto em que havia um desvio para o trem entrar na cidade e chegar à estação, a partir da linha de Canela. Foto Alex Juarez Müller em 02/2007

O prédio da estação está aqui à direita, com todos as modificações que o descaracterizaram como posto de gasolina. Foto Alex Juarez Müller em 06/2007
     
Atualização: 08.12.2009
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.