A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Maquinista Maura
Varzea Grande
Gramado
...

Linha de Canela - 1940
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
 
V. F. Rio Grande do Sul (1922-1963)
VARZEA GRANDE
Município de Gramado, RS
Linha de Canela - km 128 (1960)   RS-2558
  Inauguração: 13.10.1922
Uso atual: Museu ferroviário   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1922
 
HISTORICO DA LINHA: A linha de Canela foi aberta no trecho entre Neustadt (Rio dos Sinos) e Novo Hamburgo em 1876, sendo, na verdade, na época, um prolongamento da Porto Alegre-São Leopoldo. Em 1903, foi prolongada até Taquara. A linha chegou em Canela, seu ponto terminal, somente em 1922, de onde passou a se trazer a madeira abundante na região. A demora deveu-se à dificuldade de construção do trecho de serra, onde em 48 km de linha se elevava de 30 m em Taquara até 830 em Canela. Em 11/03/1963, foi fechado o tráfego entre Taquara e Canela. No ano seguinte, a 16/11, fechou o trecho Novo Hamburgo-Taquara. Em 31/12/1966, o tráfego foi fechado no trecho restante, Rio dos Sinos-Novo Hamburgo. Em julho de 1967, já não existia mais nenhum sinal da velha linha de Canela.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Varzea Grande foi aberta em 1922. Os trens de passageiros, no entanto, somente passaram a ir até a estação em 1924. O prédio é de madeira e foi construído em terrenos doados pelos proprietários locais, que pediam em troca poder utilizar os armazéns para carregar os vagões. Várzea Grande era o ponto final da subida da serra. Os trens chegavam até ali em marcha reduzida e em geral chegavam de ré, contornando o morro,

ACIMA: Na plataforma da estação de Varzea Grande, o chefe da estação pousa com a família. Anos 1950 (Acervo Antonio Carlos Teixeira de Souza Junior).
num local chamado de Rabicho. Alguns passageiros optavam por descer do trem e fazer um atalho a pé, enquanto o trem contornava o morro; para isso, desciam em Varzea Grande, aumentando o comércio nesse local. Os trens foram desativados com a estação e o ramal em 1963. Em 2002, o prédio era utilizado como moradia. Depois de muito abandono, foi reformada e em janeiro de 2009 já é um museu ferroviário.
(Fontes: Thiago Keller, 2006; Anthar Cesar Hartmann, 2009; Antonio Carlos Teixeira de Souza Junior, 2009; Guias Levi, 1940-1981; Revista Ferroviária, 08/2000; Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, 2002; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação de Várzea Grande, c. 2000. Foto do livro Patrimônio Ferroviário do Rio Grande do Sul, IPHAE, p. 278

A estação em 07/2006, já bastante degradada. Foto Thiago Keller

A estação já como museu, em janeiro de 2009. Foto Anthar Cesar Hartmann

A estação já como museu, em janeiro de 2009. Foto Anthar Cesar Hartmann

A estação já como museu, em janeiro de 2009. Foto Anthar Cesar Hartmann

A estação já como museu, em janeiro de 2009. Foto Anthar Cesar Hartmann
     
Atualização: 12.03.2009
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.