A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Tamanduazinho
Serra Azul
Ipaúna
...

SPM-tronco-1950
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2000
...

 
E. F. São Paulo-Minas (1905-1968)
SERRA AZUL
Município de Serra Azul, SP
Linha-tronco - km 22,165 (1938)   SP-1415
Altitude: 612 m   Inauguração: 1905
Uso atual: fechada (2000)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: As origens da E.F. São Paulo-Minas remontam a 1891, quando um médico da cidade de São Simão resolveu construir uma linha (Cia. Melhoramentos São Simão) que seguisse do centro até a fazenda Santa Maria. A empresa fechou em 1895, mas foi sucedida pela V. F. São Simão, em 1897. Esta se tornou em 1902 a E.F. São Paulo-Minas, quando passou a sair da estação de Bento Quirino e não mais do centro, sendo abandonada a linha que ligava este a Santa Maria, muito mais longa. A linha atingiu seu ponto máximo em 1911, quando alcançou São Sebastião do Paraíso, em Minas. A empresa mudou de donos mais vezes, até que em 1930, em dificuldades financeiras e dois anos após implantar um ramal de Serrinha (Ipaúna) a Ribeirão Preto, foi encampada pelo Estado. Em 1968, passou a ser administrada pela Mogiana, que fechou o trecho entre São Simão e Ipaúna. Em 1971, a SPM foi uma das cinco empresas fundidas para formar a Fepasa. Trens de passageiros correram até 1976. Atualmente a linha, de Ribeirão Preto até São Sebastião do Paraízo, está abandonada em quase toda a sua extensão.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Serra Azul foi aberta em 1905, como ponta de linha da então nova ferrovia São Paulo-Minas. Anteriormente, a estação de Canaã, da linha-tronco da Mogiana, era a mais próxima da cidade, e por causa disso recebeu no início de sua existência (1888) o nome de Serra Azul, que só seria alterado dez anos mais tarde.

Canaã
, entretanto, continuou por muitos anos desviando cargas de Serra Azul: em 1914, esta última chegou a ser fechada pelo superintendente inglês da São Paulo-Minas, zangado com o fato de que os cafeicultores da cidade não estavam quase utilizando a estação. Esta parou de expedir telegramas, de despachar mercadorias, de vender passagens; o trem passava direto, e o protesto somente acabou quando a população de Serra Azul, a mais prejudicada, reclamou ao Governo do Estado.

A estação foi desativada em 1968, com a supressão do trecho entre Bento Quirino e Ipaúna.

O prédio estava fechado em 2000, situado nos limites da zona urbana da cidade.

À DIREITA: A confusão com o fechamento da estação de Serra Azul em fevereiro de 1914 (O Estado de S. Paulo, 24/2/1914).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Rodrigo Flores; O Estado de S.Paulo, 1914; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em data desconhecida. Acervo Rodrigo Flores

Estação de Serra Azul, em 15/04/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação de Serra Azul, em 15/04/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht

Estação de Serra Azul, em 15/04/2000. Foto Ralph M. Giesbrecht
   
     
Atualização: 02.12.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.