A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Chave Pires
Serra Negra
...

Ramal de S. Negra - 1950

IBGE-1956
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 1999
...
 
Cia. Mogiana de Estradas de Ferro (1892-1956)
SERRA NEGRA
Município de Serra Negra, SP
Ramal de Serra Negra - km 40,108   SP-2845
Altitude: -   Inauguração: 28.03.1892
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Serra Negra, construído pela Mogiana entre 1889 e 1892, chamava-se inicialmente ramal de Silveiras e tinha bitola estreita, de 60 cm. Funcionou até 1956, quando foi desativado em toda a sua extensão, devido principalmente à queda da cultura do café nessa região a partir dos anos 1940.
 
A ESTAÇÃO: Aberta em 1892 como estação terminal do ramal, a estação de Serra Negra funcionou até 1956 (*RM-1956), quando

ACIMA: O prédio pode dar até a impressão de que foi a estação, mas, além de não corresponder ao estilo comum da Mogiana, ele nem fica no local onde um dia foi o pátio. O fato de existir uma plataforma, no entanto, mostra que ele esteve ao lado da antiga linha, servindo quase como uma torrefação de café, para o qual existia um ramal para carregar os trens diretamente me lembro quando era garoto - acho que até o inicio dos anos 1970 ela ainda funcionava.(Foto Adriano Martins, 2008. Texto Paulo Pinotti, 2015).
AO LADO: Esse carimbo ferroviário era utilizado pelo estafeta ambulante ferroviário do então denominado Sub-ramal de Serra Negra da Mogiana. O carimbo obliterava a correspondência recolhida nas estações e paradas do ramal. A mala postal expedida pela Administração Regional (São Paulo) seguia pela E. F. Inglesa (São Paulo Railway) até Jundiaí; pela Paulista até Campinas; pela Mogiana (linha do centro) até Jaguari, em seguida pelo Ramal de Amparo até a cidade do mesmo nome e em diante pelo sub-ramal de Serra Negra até a estação final do trecho - Serra Negra. A minha dedução que esse carimbo seja do estafeta do trecho é em função da grafia C. AMB (correio ambulante). Quando é da estação há indicação da mesma E. ou EST." (Reprodução e texto: Marcio Protzner, 12/2008)
se extinguiu o tráfego no ramal. Foi então demolida, e parece
que já há um longo tempo - a estação e o pátio foram colocados à venda por um edital de 28 de janeiro de 1977. Lá se construiu a estação rodoviária da cidade.

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1892 a 1956. Ao lado, um destes trens está , nos anos xxx. Clique sobre a foto para ver mais detalhes sobre esses trens. Veja aqui horários em 1948 (Guias Levi).
(Fontes: Ralph M. Giesbrecht: pesquisa local; Paulo Pinotti; Adriano Martins; Marcio Protzner; Flavio Doval; Cia. Mogiana: Relatórios anuais, 1890-1960; Cia. Mogiana: Álbum fotográfico, c.1910; Mapas - acervo Ralph M. Giesbrecht)
     

A estação de Serra Negra, c. 1910. Foto do álbum da Mogiana

A estação, provavelmente anos 1950. Foto Flávio Doval

A estação, provavelmente anos 1950. Foto Zé Mogiana

O local da antiga estação, hoje, uma rodoviária. Foto Adriano Martins em 2008
   
     
Atualização: 08.09.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.