A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Carapicuíba
Santa Terezinha
Antonio João
...

Tronco EFS-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2013
...
 
E. F. Sorocabana (anos 1940-1971)
FEPASA (1971-1994)
CPTM (1994-)
SANTA TEREZINHA
Município de Carapicuíba, SP
Linha-tronco - km 24   SP-2888
Altitude:   Inauguração: anos 1940
Uso atual: estação de trens metropolitanos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1979
 
 
HISTORICO DA LINHA: A E. F. Sorocabana foi fundada em 1872, e o primeiro trecho da linha foi aberto em 1875, até Sorocaba. A linha-tronco se expandiu até 1922, quando atingiu Presidente Epitácio, nas margens do rio Paraná. Antes, porém, a EFS construiu vários ramais, e passou por trocas de donos e fusões: em 1892, foi fundida pelo Governo com a Ytuana, na época à beira da falência. Em 1903, o Governo Federal assumiu a ferrovia, vendida para o Governo paulista em 1905. Este a arrendou em 1907 para o grupo de Percival Farquhar, desaparecendo a Ytuana de vez, com suas linhas incorporadas pela EFS. Em 1919, o Governo paulista voltou a ser o dono, por causa da situação precária do grupo detentor. Assim foi até 1971, quando a EFS foi uma das ferrovias que formaram a estatal FEPASA. O seu trecho inicial, primeiro até Mairinque, depois somente até Amador Bueno, desde os anos 20 passaram a atender principalmente os trens de subúrbio. Com o surgimento da CPTM, em 1994, esse trecho passou a ser administrado por ela. Trens de passageiros de longo percurso trafegaram pela linha-tronco até 16/1/1999, quando foram suprimidos pela concessionária Ferroban, sucessora da Fepasa. A linha está ativa até hoje, para trens de carga.
 
A ESTAÇÃO: A estação foi inaugurada como "Parada do Asilo Santa Teresinha" e aparece na relação oficial da Sorocabana a partir de 1951, mas na verdade já se vê referências a paradas do trem no Asilo pelo menos desde 1940 (Guias Levi e anúncios do jornal, como mostrado abaixo).

Por sua vez, o Asilo existe desde 1926. Seu nome deve-se ao Asilo, depois Educandário, Santa Terezinha, que fica em frente à estação.

A estação atual de Santa Terezinha, entregue em 25/1/1979, serve aos aos trens urbanos da CPTM, e para se chegar a ele se toma a passarela na avenida, no meio de uma favela.

"O acesso à antiga estação de Santa Terezinha era em outro local. A ponta das plataformas começavam alguns metros à esquerda. Toda a área ocupada que hoje se vê no sentido da estação Antonio João foi ocupada por residências e pequenas empresas. A ocupação se deteve na divisa de municípios, a cerca de 200 metros dessa estação. Outro detalhe: o acesso à atual estação é feito através de uma passarela. O projeto da nova estação previu que ela ficaria distante da avenida e do acesso original. Isso dificultou a vida do pessoal que construiu suas casas na vila. Do acesso original ao atual são cerca de 200 metros" (Carlos Almeida, 19/5/2011).

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A ESTAÇÃO VISTA DO SATELITE


ACIMA: A pequena parada é uma plataforma com cobertura em 1940, quando esta foto foi tirada: veja-a no canto direito inferior. A atual larga avenida que liga Carapicuíba a Barueri e que fica hoje entre o educandário Santa Teresinha (este no centro da foto) e a linha da EFS (abaixo), não existia; a estrada tortuosa que está atrás do educandário é a atual avenida Rui Barbosa. Nessa época toda a área vista na foto pertencia ao município de Parnahyba - hoje Santana de Parnaíba (Autor desconhecido). ABAIXO: A estação atual (à direita) e o local da antiga estação, mostrado pela seta vermelha em 2012 (Cortesia Carlos R. Almeida - Google Maps).


ACIMA: No ano de 1946, já exstia a estação de Santa Teresinha. Tanto que o anúcio acima falava dela e de lotes à venda no seu entorno. Hoje tudo é favelizado em volta (Folha de S. Paulo, 3/11/1946). ABAIXO: No dia 30 de abril de 2010, o trem Toshiba da CPTM passa pela estação, vindo de São Paulo, para a última viagem na linha Itapevi-Amador Bueno, que deverá ser reformada durante os meses seguintes, com o fechamento proviaório do trecho (Foto Carlos Roberto de Almeida).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Carlos R. Almeida; Ricardo Koracsony; Google Maps; E. F. Sorocabana - relatórios oficiais, 1950-69; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Trem da FEPASA na plataforma da antiga estação, pouco antes de sua demolição, em 1977. Foto cedida por Ricardo Koracsony, extraída da revista "Nossa Estrada".

Em 21/05/1998, no meio da favela, a estação de Santa Terezinha. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

A estação em 27/9/2017. Foto Carlos Roberto de Almeida
     
     
Atualização: 29.09.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.