A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Boituva
Americana
Tatuí
...

ramal de Itararé-1935

IGG - 1928
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
Sorocabana Railway (1912-1919)
E. F. Sorocabana (1919-1928)
AMERICANA-VELHA
Município de Tatuí, SP
Ramal de Itararé original - km   SP-0924
    Inauguração: 1912
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O ramal de Itararé começou a ser construído em 1888, partindo da estação de Boituva, mas somente em 1895 chegou a Itapetininga, com extensão de 65 km. Somente em 1905 as obras foram retomadas, e em abril de 1909, a estrada chegou finalmente a Itararé. Sempre crescendo em importância por causa de sua ligação com o sul, o ramal passou a sair da estação nova de Santo Antonio - hoje Iperó - em 1928, aproveitando as obras de retificação e duplicação da linha-tronco, diminuindo o trecho em 23 km. Em 1951, a linha foi eletrificada até Morro do Alto. Em 1960, até Itapetininga e não passou daí. Em 1978, o tráfego de passageiros no ramal foi extinto. Em 1973 foi construído, de Itapeva, um ramal para Apiaí, e desse, outro para Pinhalzinho, que encontrava a nova linha que vinha da região de Curitiba. O trecho a partir de Itapeva acabou desativado depois que o trecho paranaense até Jaguariaíva foi suprimido, nos anos 90. Entretanto, em 22/12/1997, o trem de passageiros, voltou a funcionar, desta vez entre Sorocaba e Apiaí. O trem, com algumas interrupções, funcionou até fevereiro de 2001. O trecho entre Itapeva e Itararé teve os trilhos arrancados em 2001. Hoje, apenas as estações de Tatuí, Itapetininga e Buri ainda funcionam para carga de mercadorias, sob a administração da ALL.
 
A ESTAÇÃO: Aberto em 1912, o posto telegráfico de Americana permaneceu em funcionamento até 1928, quando, no dia 7 de agosto desse ano, uma nova estação foi inaugurada em um ponto diferente, devido à mudança e retificação da linha, que passou a sair não mais de Boituva, mas de Santo Antonio (hoje Iperó). Deve-se mencionar que, de 1924 a 1928, existiu, entre a então estação de Americana e a de Boituva um posto telegráfico de nome km 160. A estação desativada ficou sem os trilhos, e um mapa mostrando a sua posição, em 1928, em referência à linha e à estação nova, pode ser visto no alto esquerdo desta página. A estação que a substituiu na linha nova vinte e um anos depois, foi renomeada como Guilherme Wendell. A velha Americana seguiu vivendo como um povoado rural, que existe até hoje. "Numa festa comemorativa na capela do bairro de Americaninha, almocei uma deliciosa galinhada feita em fogão de lenha... excelente. Conversa vai, conversa vem, Marco Aurélio Martins, filho do casal, donos da residência em que fiquei, me levou ao local onde há os pilares da antiga ponte da EFS. Fica dentro da propriedade de um tio dele. Para se chegar ao local tivemos que atravessar um mato fechado. A imponente construção está lá, coberta pelos arbustos e cipós. A altura de onde foi a linha até o rio é impressionante, talvez uns 10 metros. A seta vermelha indica o local da antiga ponte" (Adriano Martins, 08/2002). (Veja também GUILHERME WENDELL e a vila de Americaninha) CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A ESTAÇÃO VISTA DO SATELITE (gentileza Adriano Martins)
(Fontes: Adriano Martins; E. F. Sorocabana: Relatórios anuais, 1900-69; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

Aqui ficava Americana, até 1928. Não sobrou nada em 08/2002. Foto Adriano Martins
   
     
     
Atualização: 18.05.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.