A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Itirapina
Estrela
Visconde do Rio Claro
...

Tronco CP-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: S/D
...

 
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1926-1971)
FEPASA (1971-1998)
ESTRELA
Município de Itirapina, SP
Linha-tronco - km 181,060 (1958)   SP-0351
Altitude: 800,892 m   Inauguração: 07.08.1926
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1926 (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da Cia. Paulista foi aberta com seu primeiro trecho, Jundiaí-Campinas, em 1872. A partir daí, foi prolongada até Rio Claro, em 1876, e depois continuou com a aquisição da E. F. Rio-Clarense, em 1892. Prosseguiu por sua linha, depois de expandi-la para bitola larga, até São Carlos (1922) e Rincão (1928). Com a compra da seção leste da São Paulo-Goiaz (1927), expandiu a bitola larga por suas linhas, atravessando o rio Mogi-Guaçu até Passagem, e cruzando-o de volta até Bebedouro (1929), chegando finalmente a Colômbia, no rio Grande (1930), onde estacionou. Em 1971, a FEPASA passou a controlar a linha. Trens de passageiros trafegaram pela linha até março de 2001, nos últimos anos apenas no trecho Campinas-Araraquara.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Estrela foi inaugurada em 1926. Ela tomou o nome de um antigo posto telegráfico (Estrella) que existia na linha-tronco métrica antiga da Paulista, aquela construída pela Rio-clarense. Esse posto ficava entre Oliveiras e Visconde do Rio Claro e foi desativado quando a nova linha-tronco foi inaugurada, em junho de 1916. A Estrela "nova", na verdade, não ficava tão longe assim da Estrela "velha", a Estrelinha. Por coincidência, as duas eram, cada uma delas, a última estação antes de se chegar a Visconde do Rio Claro, mas, enquanto a "velha" se situava a leste desta, a "nova" se situaria mais ao sul. O nome de ambas foi dado por ficarem próximas à mesma fazenda, a Estrela. Em 1967, a CP já a chamada de "PE" - parada simples. "Em 1975, as coisas já não eram como antes na antiga CP, as desativações já estavam ocorrendo. Eu me lembro que nessa época eu mal conseguia distinguir onde ficavam algumas estações, como Estrela, por exemplo, entre Itirapina e São Carlos. Eu não conseguia ver os desvios, parecia que já não existiam naquela época" (Antonio Gorni, 2006). A estação teria sido demolida no início dos anos 1980, não se encontrando registros fotográficos do edifício. (Veja também ESTRELLA)
     

A antiga estação ainda tem seu desvio em 2015, mas a plataforma desapareceu no meio do matagal. Foto Marcelo Tomaz em setembro de 2015
   
     
     
Atualização: 28.09.2015
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.