A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Ligação
Ubá
Carlos Peixoto Filho
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Leopoldina (1879-1975)
RFFSA (1975-1996)
UBÁ
Município de Ubá, MG
Linha de Caratinga - km 356,43 (1980)   MG-0859
Altitude: 334 m   Inauguração: 26.10.1879
Uso atual: terminal de ônibus urbanos (2013)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: Este trecho da Leopoldina na verdade era uma junção de várias linhas isoladas originalmente, construídas em épocas diferentes. O trecho entre Entre Rios (Três Rios e Silveira Lobo foi aberto em 1903 e 1904; o seguinte, até a estação de Guarani, ficou pronto em 1883 e havia sido construído e operado pela Cia. União Mineira, até a entrega à Leopoldina, em 1884; o trecho entre esse ponto e Ligação ficou pronto em 1886, enquanto daí para a frente, até Ponte Nova, foi entregue entre os anos de 1879 e 1886. Entre 1912 e 1926, entregou-se a linha até Matipoó (Raul Soares) e finalmente, em 1931, a linha chegou a Caratinga, de onde não passou. Havia um trem de Barão de Mauá, no centro do Rio de Janeiro, para Caratinga, via Petrópolis, todos os dias, desde que a linha completa foi entregue, em 1931. Sem trens de passageiros desde os anos 80 (em 1980 ainda existiam trtens mistos fazendo o serviço de passageiros entre Ubá e Caratinga, vindo de Recreio, na antiga linha-tronco da EFL), a linha foi erradicada em 1994 nos trechos Três Rios-Ligação e Ponte Nova-Caratinga; o trecho intermediário consta até hoje como tendo "tráfego suspenso".
 

A ESTAÇÃO: A estação de Ubá foi inaugurada em 1879 (*), havendo também referências à data de 20/02/1880 (**) para essa abertura. Em 1886, com a abertura da estação de Ligação e a consequente união da linha do Centro com a estação de Três Rios via Bicas e Pequeri, Ubá passou a ser atingida por dois trens, ambos vindos do Rio de Janeiro, um que passava por Cataguases e outro, por Bicas. Na primeira metade dos anos 1970, a linha que vinha por Bicas parou com os trens de passageiros, e logo depois, nos anos 1980, a linha do Centro também parou. Pelo menos até 1980 ainda trafegavam por ali trens mistos, trazendo passageiros

ACIMA: A cidade de Ubá e sua estação, no centro da fotografia, em data desconhecida (Autor desconhecido, acervo Jorge Alves Ferreira). ABAIXO: Mapa dos anos 1950 mostra a linha passando pelo município de Ubá, com a bifurcação da linha nos sentidos Porto Novo (direita) e Três Rios (esquerda) (mapa parcial) (IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960).

para a estação. A linha do Centro, ainda ativa para cargueiros até a região de Cataguases, nunca foi oficialmente suprimida; o movimento, porém, é nulo, e já não se vêem trilhos ao lado da estação de Ubá. A estação está desativada há anos, servindo

ACIMA: A estação de Ubá lotada de populares para o embarque do Nubcio Apostólico Dom Henrique Gasparri em 1922 (Fon-Fon, 19/8/1922).
como terminal de ônibus urbanos. "Um prefeito com um pouco mais de lucidez deu uma geral na estação, retirando dela bares e outros penduricalhos que a tornavam um mercado persa (havia no telhado uma abominável antena parabólica, também suprimida). Porem isto não impediu a colagem irracional de cartazes e a permanência de vagabundos que emporcalham o local. Entretanto, está de pé e em estado muito bom, se comparada com as ruínas que se vê por aí. Trilhos? Jamais voltarão, os vestígios já estão praticamente cobertos por asfalto, o pequeno e antigo pátio já se tornou uma rua. Das lembranças do meu tempo de criança, na minha terra natal, os trens de passageiros Barão de Mauá / Ponte Nova / Barão de Mauá, tracionados pelas pacific inglesas Beyer & Peacock Manchester, cujo apito longo resta apenas na memória" (Gutierrez L. Coelho, 12/2/2013). (No Dossiê de Tombamento do Conjunto Arquitetônico da Estação Ferroviária de Ubá, de 2004, as afirmações desta página são citadas citando a fonte como referência. Ao mesmo tempo, o dossiê mostra outras histórias, como a da passagem do Imperador Dom Pedro II pela cidade, para a inauguração da estação, em novembro de 1881. Teria sido esta a inauguração oficial da estação? Todas as fontes citam 1879 e 1880 como sendo a data. O próprio dossiê cita as três datas citadas tentando encontrar uma explicação para a discrepância)
(Fontes: Marcelo Lordeiro; Gutierrez L. Coelho; Hugo Caramuru; Jorge A. Ferreira; Elias Torrent; Preserve; Fon-Fon, 1922; Edmundo Siqueira: Resumo Histórico da The Leopoldina Rwy. Co. Ltd., 1938; IBGE: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. VII, 1960; Dossiê de Tombamento do Conjunto Arquitetônico da Estação Ferroviária de Ubá, 2004; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-80)

     

A estação nos "bons tempos". Foto Preserve

Estação de Ubá, c. 1970. Foto cedida por Marcelo Lordeiro

Estação de Ubá, c. 1970. Foto cedida por Marcelo Lordeiro

Estação de Ubá em 1990. Foto Hugo Caramuru

Estação de Ubá em 1990. Foto Hugo Caramuru

A estação desativada em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação desativada em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação desativada em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 12/2002. Foto Jorge A. Ferreira

A estação desativada em 07/2001. Foto Jorge A. Ferreira

A estação em 09/2005. Foto Elias Torrent

Estação de Ubá em 12/2/2013. Foto Gutierrez L. Coelho
     
Atualização: 01.12.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.