A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
Indice de estações
...
Cesário Alvim
Silva Jardim
Engenhoca
...

...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Leopoldina (1888-1975)
RFFSA (1975-1996)
SILVA JARDIM (antiga CAPIVARI)
Município de Silva Jardim, RJ
Linha do Litoral - km 131,494 (1960)   RJ-1926
Altitude: 14 m   Inauguração: 10.1886
Uso atual: estação da FCA   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
 
HISTORICO DA LINHA: O que mais tarde foi chamada "linha do litoral" foi construída por diversas companhias, em épocas diferentes, empresas que acabaram sendo incorporadas pela Leopoldina até a primeira década do século XX. O primeiro trecho, Niterói-Rio Bonito, foi entregue entre 1874 e 1880 pela Cia. Ferro-Carril Niteroiense, constituída em 1871, e depois absorvida pela Cia. E. F. Macaé a Campos. Em 1887, a Leopoldina comprou o trecho. A Macaé-Campos, por sua vez, havia construído e entregue o trecho de Macaé a Campos entre 1874 e 1875. O trecho seguinte, Campos-Cachoeiro do Itapemirim, foi construído pela E. F. Carangola em 1877 e 1878; em 1890 essa empresa foi comprada pela E. F. Barão de Araruama, que no mesmo ano foi vendida à Leopoldina. O trecho até Vitória foi construído em parte pela E. F. Sul do Espírito Santo e vendido à Leopoldina em 1907. Em 1907, a Leopoldina construiu uma ponte sobre o rio Paraíba em Campos, unindo os dois trechos ao norte e ao sul do rio. A linha funciona até hoje para cargueiros e é operada pela FCA desde 1996. No início dos anos 1980 deixaram de circular os trens de passageiros que uniam Niterói e Rio de Janeiro a Vitória.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Silva Jardim foi entregue com um prédio provisório em outubro de 1886, pela E. F. Cantagalo, esta comprada pela E. F. Macaé a Campos e finalmente absorvida pela
ACIMA: A inauguração da estação de Capivary foi reportada e descrita pelo jornal em 1986 - CLIQUE SOBRE A NOTÍCIA PARA VÊ-LA NA ÍNTEGRA (Diario de Noticias, 19/10/1886).
E. F. Leopoldina, entre 1887 e 1890. Chamava-se inicialmente Capivari. O político Antonio da Silva Jardim (1860-91) nasceu na cidade, que hoje leva seu nome. Em 1891, estava na Itália e resolveu visitar o monte Vesúvio. À beira da cratera do vulcão, caiu dentro dela - ou jogou-se - e nunca mais foi visto. A foto ao lado é dele. "Saindo de Casimiro de Abreu, mais 30 km pela BR-101 em direção ao Rio, mais quatro quilometros a partir da BR está Silva Jardim. Infelizmente a estação não tem atrativos, é

ACIMA: Estação de Silva Jardim e o antigo pátio da Leopoldina. Foto de 2011 (Carlos Roberto de Almeida).
um prédio meio moderno com telhado de amianto. Seu nome só é legivel em uma das extremidades. Há uma garagem para trolei à esquerda, e foi construida uma nova, talvez para um auto de linha, no pátio, que é amplo e estava em obras com troca de trilhos e dormentes. Há muitos dormentes novos com proteção contra rachaduras
" (Eliezer Magliano, 17/06/2005).
(Fontes: Carlos Roberto de Almeida; Julio Cesar da Silva; Cleiton Pieruccini; Eliezer Magliano; Carlos Latuff; Diario de Noticias, 1886; Edmundo Siqueira: Resumo Histórico da Leopoldina Railway, 1938; Cyro Pessoa Jr.: Estudo Descritivo das Estradas de Ferro do Brasil, 1886; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Guias Levi, 1932-1979; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 2002. Foto Carlos Latuff

A estação em 17/06/2005. Foto Eliezer Magliano

A estação em 17/06/2005. Foto Eliezer Magliano

/
Caixa d'água da estação em 17/06/2005. Foto Eliezer Magliano


A estação em 1/2009. Foto Julio Cesar da Silva

A estação em 9/2009. Foto Cleiton Pieruccini
     
Atualização: 10.11.2013
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.