A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Lins
Guaiçara
Promissão
...

Tronco NOB - 1935
...
ESTIVE NO LOCAL: NÃO
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: N/D
...
 
E. F. Noroeste do Brasil (1920-1967)
GUAIÇARA
Municípios de Lins (1920-1953);
Guaiçara, SP (1953-)
Linha-tronco - km 163,346 (1949)   SP-1988
Altitude: 437 m   Inauguração: 20.06.1920
Uso atual: centro cultural (2016)   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: 1936
 
 
HISTORICO DA LINHA: A Estrada de Ferro Noroeste do Brasil foi aberta em 1906, seguindo a partir de Bauru, onde a Sorocabana havia chegado em 1905, até Presidente Alves, em setembro de 1906. Em janeiro de 1907 atingia Lauro Müller, em 1908 Araçatuba e em 1910 atingia as margens do rio Paraná, em Jupiá, de onde atravessaria o rio, de início com balsas, para chegar a Corumbá, na divisa com a Bolívia, anos depois. O trecho entre Araçatuba e Jupiá, que até 1937 costeava o rio Tietê em região infestada de malária, foi substituído nesse ano por uma variante que passou a ser parte do tronco principal, enquanto a linha velha se tornava o ramal de Lussanvira. Em 1957, a Noroeste passou a fazer parte da RFFSA. Transportou passageiros até 13/1/1993, no trecho Bauru-Campo Grande e até 3/3/1995 no trecho até Corumbá, quando esse transporte foi suprimido. Em 1996, a RFFSA deu a concessão da linha para a Novoeste, que transporta cargas até hoje.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Guaiçara foi aberta em 1920 e deu origem à cidade, que cresceu à sua volta com terras cedidas a imigrantes italianos e japoneses.

O povoado na verdade só começa a aparecer em 1928; em 1923, citações mostram que o local ainda era um simples lenheiro. Um prédio para a estação somente foi construído em 1926: o que seria a parada antes? Um vagão? O nome foi dado devido à grande quantidade de madeira guaiçara na área.

O município foi emancipado em 1953.

Em 1963, com a variante de Lins, a estação mudou de posição, sendo construída a estação atual, mas mantendo-se a estação antiga fora da linha, no centro de uma praça.

Em fins de 2005, o prédio da estação
desativada em 1967 já era a "Estação Criatividade", reformado depois de anos de abandono. Segundo Renato Tremeschin Silva, ela "foi totalmente restaurada através de um projeto envolvendo o Rotary Club, Fundação Rotaria, um Rotary de Taiwan e a Prefeitura Local, surgindo a Estação Criatividade um local para eventos culturais. O prédio foi reformado mantendo a construção original". Em 2016, mantinha-se com este uso.

(Veja também GUAIÇARA-NOVA)

TRENS - De acordo com os guias de horários, os trens de passageiros pararam nesta estação de 1920 a 1967. Veja aqui horários em 1948 (Guias Levi).
(Fontes: Silvio Rizzo; Mário M. Paschoal; Daniel Gentili; José Henrique Bellorio; Renato Tremeschin Silva; Museu Municipal de Avaí; Noroeste: Relatório anual de estações, 1938; Noroeste: Relatórios, 1940-60; Mapa - acervo R. M. Giesbrecht)
     

A estação em 1933. Museu Municipal de Avaí

A estação de Guaiçara, desativada em 1954, largada às traças em 15/05/2001. Foto José H. Bellorio

A estação de Guaiçara, desativada em 1954, largada às traças em 15/05/2001. Foto José H. Bellorio

A estação de Guaiçara, desativada em 1954, largada às traças em 15/05/2001. Foto José H. Bellorio

A estação de Guaiçara, desativada em 1954, largada às traças em 15/05/2001. Foto José H. Bellorio

A estação já restaurada, em 11/12/2005. Foto Renato Tremeschin Silva

A estação já restaurada, em 11/12/2005. Foto Renato Tremeschin Silva

A estação em 04/2009. Foto Daniel Gentili

A estação em 12/8/2016. Foto Silvio Rizzo
     
Atualização: 27.11.2016
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.