A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Corrupira
Louveira
Vinhedo
...
Saída para a E.F.Itatibense
Abadia
...

Tronco CP-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: SIM
ÚLTIMA VEZ: 2004
...
 
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1872-1971)
FEPASA (1971-1998)
LOUVEIRA (antiga CAPIVARY)
Município de Louveira, SP
Linha-tronco - km 15,293 (1958)   SP-2278
Altitude: 665,800 m   Inauguração: 31.03.1872
Uso atual: em restauração (2015)   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1915
 
 
HISTORICO DA LINHA: A linha-tronco da Cia. Paulista foi aberta com seu primeiro trecho, Jundiaí-Campinas, em 1872. A partir daí, foi prolongada até Rio Claro, em 1876, e depois continuou com a aquisição da E. F. Rio-Clarense, em 1892. Prosseguiu por sua linha, depois de expandi-la para bitola larga, até São Carlos (1922) e Rincão (1928). Com a compra da seção leste da São Paulo-Goiaz (1927), expandiu a bitola larga por suas linhas, atravessando o rio Mogi-Guaçu até Passagem, e cruzando-o de volta até Bebedouro (1929), chegando finalmente a Colômbia, no rio Grande (1930), onde estacionou. Em 1971, a FEPASA passou a controlar a linha. Trens de passageiros trafegaram pela linha até março de 2001, nos últimos anos apenas no trecho Campinas-Araraquara.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Louveira foi inaugurada em 1872 com o nome de Capivary e era na época a primeira parada no trecho Jundiaí-Campinas, aberto na mesma data. O Almanak da Provincia de São Paulo para 1873 indicava o sr. Jesuino de Oliveira Mendes como chefe de estação e telegraphista da estação.

No final dos anos 1870 já tinha o nome atual, provavelmente para não ser confundida com a estação da Ituana, na cidade do mesmo nome.

Em 1890, o prédio original foi demolido para dar lugar a um maior, que também pudesse abrigar a plataforma da E. F. Itatibense, estabelecida nesse ano e que se dirigia à cidade de Itatiba, tendo sido construída com a anuência da Companhia Paulista, que chegou a ser a dona da concessão do ramal.

O prédio que atualmente está lá hoje foi inaugurado em 1915, não se sabendo se é a ampliação do antigo edifício ou se um totalmente novo, e o motivo da nova mudança foi a duplicação da linha entre Jundiaí e Campinas.

Com a entrega da eletrificação desse mesmo trecho em 1921, foi construída, muito próxima à estação, a subestação de Francisco de Monlevade, área muito bonita hoje tombada pelo patrimônio histórico.

Em 1952, a E. F. Itatibense foi desativada, fechada e seus trilhos, retirados.

Na retirada da eletrificação em 1999, a subestação foi desativada e ameaçada de depredação pelos vândalos de plantão, como aliás ocorreu em praticamente todas as subestações desativadas das antigas Paulista e Sorocabana.

Desativada para passageiros no final dos anos 1970, a estação de Louveira estava em estado razoável de conservação, servindo de sede para a Guarda Municipal em 2014. Em 2015, estava sendo restaurada.

(VEJA O PÁTIO DE LOUVEIRA E A SUBESTAÇÃO FRANCISCO DE MONLEVADE) - CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A ESTAÇÃO VISTA DO SATELITE (gentileza Adalberto)


ACIMA: Pátio e cabina da estação de Louveira, em 26 de junho de 1974 (Foto José Roberto Pascon). ABAIXO: Trem de passageiros deixa Louveira em 7/10/1992 (Foto Carlos R. Almeida).


ACIMA: Detalhe do pátio de Louveira, sem data, mas quando a Itatibense ainda existia (Acervo Leandro Gudini).

(Fontes: Ralph M. Giesbrecht, pesquisa local; Leandro Guidini; Mauricio Carrasco; Marcos Vinícius do Vale Silva; Carlos R. Almeida; José Roberto Pascon; Filemon Peres; Artur Silva; Hermes Hinuy; Adalberto -; Almanak da Provincia de São Paulo para 1873; Cia. Paulista: Relatórios anuais, 1872-1969; Mapas - acervo R. M. Giesbrecht).
     

A estação de Louveira em 1918. Foto Filemon Peres

A estação em 1983. Foto Artur Silva

Em 15/05/1996, a estação de Louveira. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

Em 15/05/1996, a estação de Louveira. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

Em 15/05/1996, a estação de Louveira. Foto Ralph Mennucci Giesbrecht

Plataforma de Louveira em 19/06/2001. Foto Hermes Hinuy

A estação de Louveira em 5/10/2008. Foto Artur Silva

A estação de Louveira em 5/10/2008. Foto Artur Silva

Estação de Louveira em 3/2014. Foto Marcos Vinícius do Vale Silva

A estação em 11/2015. Foto Mauricio Carrasco
   
     
Atualização: 13.02.2017
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.