A B C D E
F G H I JK
L M N O P
Q R S T U
VXY Mogiana em MG
...
Analândia
Oliveiras
Estrella
...

ramal de Analândia-1935
...
ESTIVE NO LOCAL: SIM
ESTIVE NA ESTAÇÃO: NÃO
ÚLTIMA VEZ: 1998
...

 
Cia. Rio-Clarense (1884-1888)
Rio Claro Railway (1888-1892)
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1892-1940)
OLIVEIRAS
Município de Analândia, SP
Ramal de Analândia - km 43,526
Linha-tronco métrica - km 43,526
  SP-0739
Altitude: -   Inauguração: 15.10.1884
Uso atual: demolida   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 
 
HISTORICO DA LINHA: O trecho entre Rio Claro e São Carlos que passava pelo Cuzcuzeiro foi aberto pela Cia. Rio-Clarense em 1884, e fazia parte de sua linha principal, de bitola métrica. Comprada pelos ingleses que formaram a Rio Claro Railway em 1888, esta foi vendida para a Cia. Paulista em 1892, que ficou com a linha, que então chegava até Araraquara e que foi renomeada como Secção Rio Claro. Em 1916, a Paulista prolongou a linha para a frente de Rio Claro com bitola larga, até São Carlos, mas aproveitando somente o leito a partir de quinhentos metros à frente da estação original de Visconde de Rio Claro. Com isto, o trecho entre a estação de Bifurcação (mais tarde Visconde de Rio Claro-nova) e o início, em Rio Claro, ficou reduzido a uma variante de bitola métrica, chamada a partir de 1922 de ramal de Anápolis, nome que em 1944 veio a se tornar ramal de Analândia. Antes disso, em fins de 1940, o trecho entre Anápolis e Visconde-nova foi suprimido e o ramal passou a parar em Anápolis. Em 01/09/1966, o tráfego no ramal foi extinto e os trilhos, logo a seguir, retirados.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Oliveiras foi inaugurada pela Rioclarense em 1884 e adquirida pela Cia. Paulista em 1892.

Entre ela e a estação de Estrella, o trecho era possivelmente o pior de toda a linha da Rioclarense.

Em 1912, a Cia. Paulista começou as obras para melhorar o traçado entre Rio Claro e São Carlos, que foram entregues em 1916 e reduziram as curvas de um total de trinta e duas para apenas cinco. O trecho onde estava Oliveiras, construído em 1884, foi mantido até 1941 como um ramal.

Oliveiras
foi desativada em agosto de 1940, quando o trecho entre Analândia e Visconde do Rio Claro, remanescente ainda da linha-tronco original da Rio-Clarense, foi suprimido, e os trilhos, retirados.

Em outubro de 1940, ela foi demolida (*RCP-1941).

1886
AO LADO: Geada forte na estação de Oliveiras e em outras da região. (O Estado de S. Paulo, 13/5/1886).

1893
AO LADO: Acidente entre as estações de Motuca e de Visconde do Rio Claro-velha (no texto saiu como Visconde do Rio Branco). O posto de Estrella ainda não existia (O Estado de S. Paulo, 23/2/1893).

1894
AO LADO: Em 1894 havia uma casa de negocios, o que significa que havia construções, além da estação em si. Mais de cem anos depois, em 1998, já não havia absolutamente nada ali, a não ser cana de açúcar (O Estado de S. Paulo, 17/5/1894).
     

A estação de Oliveiras, com o Cuzcuzeiro ao fundo. Foto do álbum dos 50 anos da Paulista

Em 06/1998: por aqui ficava a estação de Oliveiras... Foto Nei Galvão da Silva
 
     
     
Atualização: 08.11.2020
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.